segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Oscar 2011...

O Brasil no Oscar

Concorrendo na categoria documentário, a coprodução Brasil/Reino Unido "Lixo extraordinário", sobre o trabalho do artista Vik Muniz com catadores do aterro do Gramacho, não levou a estatueta.
O troféu ficou com "Trabalho interno" ("Inside job", no original), que joga luz sobre a grave crise financeira dos Estados Unidos de 2008.
"Nosso filme chegou muito longe, a gente sabia que era difícil bater 'Inside job' pela sua relevância para os americanos." (o codiretor João Jardim)

Melhor Filme


Equipe do filme 'O discurso do rei' recebe o prêmio de melhor filme no Oscar (Foto: AP)

O filme "O discurso do rei" foi o grande vencedor da 83ª edição do Oscar, realizada na noite deste domingo (27) em Los Angeles.
Indicado em 12 categorias, o longa-metragem de Tom Hooper saiu da cerimônia com quatro das principais estatuetas, incluindo a mais cobiçada: melhor filme, ator, diretor e roteiro original.
Principal rival de "O discurso do rei" na premiação, "A rede social", de David Fincher, recebeu três troféus: roteiro adaptado, trilha original e edição.

Ao receber o prêmio como melhor diretor, Hooper agradeceu aos "homens de meu triângulo amoroso: Colin Firth, Geoffrey Rush e eu". "Só estou aqui por causa de vocês... espero que essa referência não a deixe com ciúmes", completou dirigindo-se a Helena Bonham Carter, que faz o papel da Rainha Mãe em "O discurso do rei".
O diretor também agradeceu a seus pais, em especial à mãe.
"Em 2007, minha mãe, que é australiana, foi convidada para ir a uma leitura de uma peça em Londres que não tinha sido produzida nem ensaiada de 'O discurso do rei'.
Ela quase não foi, mas graças a Deus acabou indo e quando voltou para casa falou: 'Tom, eu acho que encontrei o seu próximo filme'.
Com isso dedico [este prêmio] a você. E a moral da história é: escute a sua mãe."

Melhor ator e atriz

"O discurso do rei" também garantiu o prêmio de melhor ator a Colin Firth, por sua interpretação do rei gago George VI.
Aparentemente emocionado, o ator britânico não gaguejou em seu discurso de agradecimento, mas brincou: "Estou com um mal-estar no estômago, uma coisa que parece que está dançando na minha barriga.
Talvez isso seja problemático, se isso descer para minhas pernas e eu ainda estiver no palco."


Natalie Portman e Colin Firth ganham o Oscar de
melhor atriz e melhor ator (Foto: AP)

Natalie Portman confirmou o favoritismo e venceu a estatueta de melhor atriz por "Cisne negro". Grávida de seu primeiro filho e chorando muito, a atriz agradeceu à toda equipe do filme e principalmente a seu companheiro, o coreógrafo Benjamin Millepied, que a treinou para o filme. "Ele me deu o papel mais importante da minha vida", disse.



O Oscar e o Hotel Roosevelt...

Neste ano, completa-se uma década de Oscar no Kodak Theatre.
O teatro, construído exclusivamente para a premiação, fica no coração de Hollywood, em plena Calçada da Fama, ao lado do Chinese Theatre.
Quem passar por suas escadas irá saber a história do evento, os nomes dos ganhadores e vários outros tipos de informações que se encontram em qualquer guia turístico.
Mas para quem quiser realmente ir a fundo nas raízes do Oscar, e principalmente de Hollywood, a dica é atravessar a rua e entrar no Hotel Roosevelt.

Foto da primeira cerimônia do Oscar, realizada em 1929, no Hotel Roosevelt. Premiação não durou mais que cinco minutos e distribuiu 13 estatuetas (Foto: Divulgação/Hotel Roosevelt)

O charmoso prédio, cuja decoração é inspirada pela arquitetura espanhola, foi construído em 1927 e serviu de casa para a festa do primeiro Oscar, em 1929.
Uma cerimônia rápida, digamos: em apenas cinco minutos Douglas Farway e Al Jolson entregaram 13 estatuetas dentro de um salão que acomoda cerca de 500 pessoas.
Ele está conservado da mesma maneira que 83 anos atrás, assim como o seu lobby, que abrigou a primeira festa dos vencedores.
O clima do hotel, apesar das várias reformas que passou pelos últimos anos, simula a Hollywood dos anos 1950 com uma decoração minimalista e retrô chic.
Os ambientes são cheios de referências cinematográficas – o corredor é decorado por fotos de paparazzi, por exemplo.
Há 70 anos, o misto de bar e cabaré Cinegrill era o ponto de encontro dos artistas que trabalhavam no bairro.
Hoje todos os estúdios, com exceção da Paramount, foram para os subúrbios.
Porém uma onda saudosista tomou conta do Roosevelt e desde 2005 ele está entre os principais atrativos da noite de Los Angeles: na última sexta-feira (25) Thom Yorke jantava em de seus três restaurantes, enquanto uma festa da Playboy fazia barulho no sábado (26).
Dentre as várias celebridades que passaram pelo local, duas merecem menção especial: Marilyn Monroe e Clark Gable.
Ela teve sua vida inteira associada ao hotel.
Além de ter feito seu primeiro ensaio fotográfico na piscina cujo azulejo é pintado pelo artista pop David Hockney, a loira morou durante dois anos em uma suíte que fica em cima do bar Tropicana (um dos preferidos de Lindsay Lohan e outras celebridades barraqueiras do momento).
A cabana, que tem Angelina Jolie como hóspede mais assídua, hoje possui diária entre US$ 800 e US$ 2.500 e nunca foi reformada.
Acima da cama fica posicionada uma foto de Marilyn deitada no mesmo móvel, a frente do fotógrafo Bert Stern.
A imagem faz parte de um ensaio de três dias para a revista “Vogue”, em 1962.
Foi o último dela em vida.
Tanta identificação rendeu a lenda urbana que o espírito de Marilyn aterroriza o local.
Outro fantasma famoso é o de Montgomery Cliff, que, dizem, assombra o quarto 928 – que ele morou em 1953, durante as gravações de “A um passo da eternidade”.
Citar o número de filmes gravados dentro do Roosevelt é praticamente impossível, aliás.
Mas uma das cenas mais famosas no prédio é o sapateado de Shirley Temple e Bill Bojangles Robinson nas escadarias do hotel, durante "A mascote do regimento" (1935).
Porém o ambiente mais interessante, e digno de visita, é a penthouse (cobertura) de três andares, que servia para os encontros amorosos de Clark Gable e Carole Lombard.
O ambiente hoje serve de cenário para diversos ensaios de moda e, principalmente, festas de milionários.
Uma das atrações da penthouse é um quarto chamado “play room”, que tem uma cama que ocupa praticamente o local inteiro.
Gable gastava US$ 5 de diária na época para dormir na penthouse; hoje é preciso desembolsar no mínimo US$ 4 mil por dia.

VEJA GALERIA DE FOTOS HISTÓRICAS DO HOTEL ROOSEVELT

Fonte

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Ouro Preto recupera tradições do Carnaval - “Vem pra rua brincar de novo”...

Neste ano, o Carnaval Tricentenário de Ouro Preto, em comemoração aos 300 anos de elevação de Vila Rica, celebra o resgate cultural da cidade com o tema “Vem pra rua brincar de novo”...

No ano em que Ouro Preto comemora o Tricentenário da Criação de Vila Rica, o carnaval da cidade faz da memória o principal mote para a diversão.
Inspirada na decoração, músicas e alegorias de outros tempos, a folia de 2011 promete ser especial, principalmente, para os moradores da cidade.
Cerca de 30 mil turistas são esperados na cidade, que conta com infra-estrutura completa para realizar a festa, além da segurança necessária para o evento.
O objetivo neste ano, de acordo com o secretário de Cultura e Turismo, Chiquinho de Assis, é trabalhar a sustentabilidade.
O Carnaval de Ouro Preto integra o Carnaval das Cidades Históricas de Minas Gerais junto com Diamantina, Mariana, Sabará, São João del-Rei e Tiradentes, cidades que têm o objetivo de resgatar as melhores manifestações carnavalescas.

Decoração

Em 2011, a decoração tem como inspiração o carnaval de 1982.
Uma parceria entre a Agência de Desenvolvimento de Ouro Preto (Adop) e a Prefeitura da cidade tornou possível a contratação de 73 artistas e outras pessoas da comunidade.
Eles estão produzindo balaios coloridos, feitos com bambu, que darão forma a 400 lanternas.
Este material será espalhado por todo centro.
Além disso, 20 bonecões, de 2,5 metros, enfeitam os palcos da cidade durante os dias de festa. Para finalizar a decoração, seis mil metros de cordões de sisal, com franjas de plástico colorido, farão um zigue-zague de cores nas ruas da folia.
Além dos artesãos dos distritos de Lavras Novas e Chapada, dos artistas plásticos vinculados à Casa das Artes, em Ouro Preto, e também das costureiras, reeducandos do Programa Liberdade e Assistência ao Encarcerado de Ouro Preto (Prolae) fazem parte da equipe da decoração do Carnaval 2011.

Circuito do Carnaval

Os tradicionais blocos desfilam pelas ruas da antiga Vila Rica a partir da quinta-feira, 3 de março.
Uma novidade neste ano é o Circuito do Carnaval que vai da Praça Antonio Dias, no bairro Antônio Dias, ao Largo da Alegria, no centro.
Cada espaço de concentração para eventos recebeu o nome de uma personalidade que faz parte da história de Ouro Preto.
O Espaço Tunico Zelador na Praça Tiradentes é uma homenagem ao ouro-pretano Tunico Jones.
O Espaço Galanga, no estacionamento da Escola Dom Pedro II, é para homenagear Chico Rei.
Além destes, há também o Espaço Clube dos Batutas no Largo do Cinema, o Espaço Candonguêro que fica no Largo da Alegria e o Espaço Zé Pereira no bairro Antônio Dias.
Uma banda diferente se apresenta nestes locais todos os dias da folia.

Infra-estrutura

Para receber os foliões com conforto e segurança, a Prefeitura investiu bastante em infra-estrutura.
Além dos seis palcos com sistema de som e luz completo na sede do município, os distritos de Santa Rita, Cachoeira do Campo, de Santo Antônio do Salto, Lavras Novas e Antônio Pereira receberão shows à noite e carnaval infantil durante o dia.
Já nos distritos de Rodrigo Silva, Santo Antônio do Leite, São Bartolomeu e Amarantina, a festa será com som mecânico.
Cem banheiros químicos serão distribuídos pela cidade atendendo a demanda nos dias de folia.
Já o comércio ambulante conta com 80 vendedores e o número de barracas será de 35.
Além do reforço da Polícia Militar, a Prefeitura contratou mais 60 seguranças particulares garantindo maior tranqüilidade para os foliões.

Apoio de vários setores da Administração

Durante os dias de folia, a Prefeitura vai intensificar suas atividades para o bem estar da comunidade.
Em convênio com o Corpo de Bombeiros, serão disponibilizados carros de resgate para atender emergências, além dos ambulatórios que serão montados pela Secretaria de Saúde.
A Santa Casa e o Samu também estarão de plantão.
Em 2011 a Secretaria de Saúde conta ainda com um novo suporte, a Unidade Móvel de Saúde, um veículo equipado com um consultório médico e de enfermagem.
Isso sem falar na Vigilância Sanitária, responsável por uma intensa fiscalização para garantir a qualidade dos alimentos e hospedagens para os foliões.

Fonte

sábado, 26 de fevereiro de 2011

CARNAVAL BH 2011...

O Carnaval de Belo Horizonte vive um momento histórico em 2011 com a mudança de endereço do desfile e os foliões mal podem esperar para sambarem bem no coração da cidade, na avenida dos Andradas.
Empolgadas com o novo corredor de desfile, as escolas de samba prometem fazer a festa ressurgir na capital...


Boulevard Arrudas é a nova passarela do samba da Capital 

Atendendo uma solicitação das escolas de samba e dos blocos carnavalescos de Belo Horizonte e com o objetivo de atrair um público ainda maior para o Carnaval da cidade, o prefeito Marcio Lacerda anunciou no dia 20 de janeiro, em reunião realizada com representantes das escolas de samba na sede da Prefeitura, no Centro, que o Carnaval 2011 será realizado na avenida dos Andradas, entre os viadutos de Santa Tereza e da Floresta, na área conhecida como Boulevard Arrudas, na região central da cidade. Além dos representantes das escolas e dos blocos carnavalescos da capital, participaram da reunião o presidente em exercício da Belotur, Arthur Vianna, o diretor-presidente da BHTrans, Ramon Victor César, o secretário regional Centro-Sul, Fernando Cabral, e representantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.
Marcio destacou a importância do trabalho em conjunto para que a decisão de levar o Carnaval para o Boulevard fosse tomada. “Houve um grande esforço das escolas de samba para ajudar a PBH a ter condições de realizar o Carnaval na área central. Com a contribuição da diretoria das escolas, o apoio do Governo Federal e o trabalho da Belotur, da Guarda Municipal, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, temos condições de proporcionar uma grande festa para o povo de Belo Horizonte”. O prefeito também explicou que o investimento total da Prefeitura para o Carnaval 2011 será R$ 1,5 milhão, 20% a mais do que no ano passado, e que os recursos destinados às escolas já estão garantidos e serão repassados assim que a diretoria de todas elas entregarem a documentação necessária.

Leia mais...


Programação Oficial



Diversão para todos os gostos é a proposta do Carnaval de BH 2011. 
Uma intensa programação, que abrange aproximadamente 60 eventos com entrada gratuita, promete muita animação para todos os públicos da capital mineira.
Eventos do Pré-Carnaval - Bandas e bailes
Entre os dias 19 de fevereiro e 4 de março, a alegria toma conta da capital com os tradicionais desfiles das bandas pré-carnavalescas em diversos bairros, o Baile dos Artistas, a Seresta Carnavalesca e os eventos promovidos pela Prefeitura nas regionais. Veja a programação aqui.
Bailes populares nas regionais - Programação
Os shows e bailes populares promovidos pela Prefeitura nas nove regionais serão realizados entre os dias 25 e 27 de fevereiro. Muita festa e animação para os foliões nos bailes e shows com as tradicionais marchinhas de carnaval e concursos de fantasias. Vale a pena conferir a programação especial para o público infantil e da terceira idade, um ótimo incentivo para a participação de todos.
Veja a programação aqui.
DESFILES DAS ESCOLAS DE SAMBA E BLOCOS CARICATOS - eventos do feriado de Carnaval
Para quem ficar na cidade durante o feriado de Carnaval, a programação inclui os desfiles das Escolas de Samba e Blocos Caricatos na Avenida dos Andradas, trecho entre os viadutos Santa Tereza e Floresta, e também uma programação alternativa, com eventos artísticos e culturais no Festival de Verão da UFMG.
De sábado a terça-feira, 5 a 8 de março, acontece o Carnaval do Mantiqueira, com muitos shows para toda a família.
De sábado a segunda-feira, 5 a 7 de março, serão realizados os desfiles das Escolas de Samba e Blocos Caricatos na Avenida dos Andradas (Praça da Estação).
Na terça-feira, 8 de março, o ritmo de viola invade a Praça da Liberdade. O Carnaviola, comandado por Chico Lobo, Pereira da Viola e convidados, promete mostrar o lado festivo e alegre da viola caipira. Este evento marca ainda o encerramento do Carnaval de BH 2011.
Veja o resumo da programação do feriado de Carnaval (sábado a terça-feira):
Desfile dos Blocos Caricatos
5 de março
19h
Avenida dos Andradas (Praça da Estação)
Desfile das Escolas de Samba
6 e 7 de março
19h
Avenida dos Andradas (Praça da Estação)
Carnaval do Mantiqueira
5 a 8 de março
20h
Bairro Mantiqueira - Rua José Félix Martins
Carnaviola
8 de março
15h às 21h
Praça da Liberdade
Apuração dos Resultados dos Desfiles (Escolas e Blocos)
9 de março
15h
Câmara Municipal (CMBH)

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

“RETRATOS DO IMPÉRIO E DO EXÍLIO”...

Imagens inéditas da vida privada da família real são expostas no Rio de Janeiro


Príncipe dom João de Orleans e Bragança, na abertura da exposição "Retratos do Império e do exílio" no Instituto Moreira Salles, no Rio de Janeiro (22/2/2011)


Depois de guardar durante anos em seu arquivo pessoal as fotos de família, o descendente da família real, o bisneto ainda vivo da princesa Isabel, dom João de Orleans e Bragança, de 56 anos, mais conhecido como dom Joãozinho, resolveu pela primeira vez abrir o seu acervo numa mostra que retrata a vida privada no período de exílio e fatos marcantes da história brasileira. Um conjunto de 150 fotos que ficaram guardadas pelo herdeiro, o príncipe D. João, agora estão na exposição "Retratos do Império e do Exílio" no Instituto Moreira Salles, no Rio de Janeiro, que abre para o público a partir desta quarta-feira (23).


“As fotos são de família, das gerações e estavam comigo na minha casa guardadas em caixas num clima úmido. Eu convivo com essas fotos desde que nasci, sempre dei valor, mas não dava tanto peso para esse acervo. Quando a família real foi para o exílio na França, D. Pedro 2º deixou 25 mil fotos para a Biblioteca Nacional, mas guardou consigo as fotos de família”, disse ao UOL o príncipe d. João, um dos curadores da exposição.
A reprodução foi feita a partir dos negativos em vidro original. “Foi uma sorte ao longo de mais de 100 anos de os originais não terem se quebrado. São fotos do dia a dia, da família reunida, a princesa Isabel com o rosto virado. Ela com o meu avô no colo, uma foto descontraída e nada posada”, contou. O acervo que o príncipe herdou foi confiado em 2009, em regime de comodato, ao Instituto Moreira Salles para que fosse preservado e restaurado. Este acervo soma quase 800 imagens de cerca de 80 fotógrafos.
Segundo o descendente real, este é um registro da rotina e do cotidiano sob um ângulo que pouco se conhece da família imperial. “Tem uma característica de fotos de pessoas em momentos mais descontraídos. Eu tinha isso em casa como foto de família mesmo. Esta é a primeira vez que estão sendo expostas dessa forma”, disse. A fotografia quando representou uma mudança de realidade, pois era capaz de registrar hábitos, costumes, arquitetura, paisagens e gente. D. Pedro 2º, disse d. João, “não queria perder o trem da tecnologia, ele trouxe para o Brasil o telégrafo, o telefone, a rede ferroviária e a fotografia”.
Na tentativa de estar na vanguarda, Pedro 2º foi o primeiro fotógrafo de origem brasileira e um dos primeiros colecionadores de fotos do mundo a reunir sistematicamente fotografias e a incentivar a prática da fotografia, ressaltou o escritor e especialista em fotografia Pedro Vasquez, ex-diretor do Instituto Nacional de Fotografia da Funarte (Fundação Nacional de Artes).
“D. Pedro era uma pessoa sisuda, com ar melancólico e compenetrado. No entanto, as fotos da família real são muito bem humoradas e engraçadas. Tem um dado humorístico, por exemplo, eu nunca vi um retrato fotográfico de d. Pedro com a coroa, ele não tinha essa pompa”, disse Vasquez. Já a princesa Isabel era vista sempre como uma princesa “carinhosa com as crianças”, disse o especialista. A informalidade da família real é também revelada em imagens tiradas por fotógrafos como Marc Ferrez e Revert Henry Klumb – professor de fotografia das princesas Isabel e Leopoldina – dentro dos palácios em que a princesa Isabel aparece com o rosto virado sem posar.
Tanto Ferrez como Klumb, ambos mantiveram uma relação próxima com a realeza e fotografaram momentos de privacidade no interior dos palácios. “Eles gozaram da informalidade da família imperial para tirar retratos ímpares dentro da aristocracia do século 19”, definiu Pedro Vasquez. Compõem a exposição retratos da família imperial brasileira que permaneceram por muito tempo inéditos como do período do exílio após a proclamação da República (1889), além de importantes imagens associadas a eventos que marcaram o Império, como as comemorações do fim da Guerra do Paraguai e a abolição da escravatura.
Para o príncipe d. João, há ainda uma falta de conhecimento do período do fim do Império e começo da República no Brasil (1889) e a exposição quer tentar resgatar esse passado desconhecido para muitos. “D. Pedro II foi imperador do Brasil durante 49 anos e a Princesa Isabel foi princesa regente e a primeira chefe de Estado mulher das Américas. Ela assinou a Lei do Ventre Livre (1871) e a Lei Áurea (1888) porque dom Pedro 2º estava viajando naquele momento. E ainda a minha família viveu 33 anos de exílio na França, foi o maior tempo de exílio da história política brasileira”, afirma d. João, que faz parte da primeira geração de descendentes reais nascida no Brasil.

“RETRATOS DO IMPÉRIO E DO EXÍLIO”
Quando:de 23/2 a  29/5.  De terça a sexta, das 13h às 20h; Sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h
Onde: Instituto Moreira Salles – Rio de Janeiro (Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea. Tel.: 0/xx/21/ 3284-7400
Quanto: entrada gratuita

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Governo autoriza Correios e casas lotéricas a operarem câmbio ...

A preocupação do governo é que não falte prestadores de serviços nessa área durante a Copa do Mundo de 2014

As casas lotéricas e as agências dos Correios foram autorizadas, nesta quinta-feira, a fazer operações de compra e venda de moeda estrangeira. Esses agentes já operavam com recebimento e transferência de dinheiro para o exterior.
Com a autorização, as lotéricas e Correios poderão comprar e vender moeda estrangeira no limite de US$ 3 mil por operação.
É o mesmo limite para transferências.
A autorização para operações de câmbio para esses correspondentes foi concedida pelo CMN (Conselho Monetário Nacional), formado pelos ministros da Fazenda e do Planejamento e pelo presidente do Banco Central.
A autorização não exige que todas as casas lotéricas e agências dos correios sejam correspondentes cambiais, como denominou o Banco Central. Aquelas que tiverem interesse poderão fazer um contrato com um banco, como se fossem um correspondente bancário.
Na mesma decisão, o governo autorizou as agências de turismo que já operam com compra e venda de moeda estrangeira a operar também com transferências internacionais.
Dessa forma, eles poderão ser usados por pessoas que queiram enviar dinheiro ao exterior ou receber.
O chefe da gerência executiva de câmbio do BC, Geraldo Magela, explicou que as medidas foram tomadas para aumentar o número de instituições no Brasil com autorização para operar com moeda estrangeira.
A preocupação do governo é que não falte prestadores de serviços nessa área durante a Copa do Mundo de 2014, quando o país deve receber mais visitantes estrangeiros.

Fonte

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Rede social para pets...

Fernanda, 13 anos, a idealizadora da rede social para pets no Brasil




Se você é usuário do Facebook, Twitter ou Orkut, já deve ter se deparado algumas vezes com perfis de cães e gatos nas redes sociais. 
Muitos deles têm até mais amigos do que muita gente por aí. 
E agora os bichinhos ganharam site de relacionamento só para eles. 
OThe Pet’s Universe foi idealizado por Fernanda Mendes, de apenas 13 anos, e desenvolvido por seu pai, Flavio Mendes, 47. 
Segundo o engenheiro carioca, a ideia surgiu quando a filha e o irmão adotaram uma lagartixa após a morte do gato da família. 
“Quando as crianças trouxeram a Brad saímos em busca de informação de como criá-la e não foi nada fácil. 
Um dia a Fernanda disse pai, por que não criamos um petbook. Seria uma comunidade de pessoas que têm animais de estimação e que poderiam compartilhar experiências e dicas’”.





Os membros do Pet’s Universe podem criar e manter blogs e comunidades, consultar o horóscopo dos animais, dividir conselhos e experiências, fazer novas amizades e consultar as dicas do Dr. Koleira. 
Dentre as comunidades já criadas há a dos que procuram por um novo relacionamento, a dos loucos por bifinhos, e até uma dedicada a adoção animal.
Segundo Flavio, o projeto ainda está em sua primeira fase. 
“Nossa próxima etapa é oferecer mais serviços, aumentar ainda mais o valor da rede e seu alcance. 
Nossa ideia é levar o The Pet’s Universe para alguns países da América Latina, com quem já iniciamos conversas”, diz o engenheiro.
Para se tornar membro do “Pet’s Universe” basta o dono entrar no endereço www.petuniverses.com e criar um perfil para seu animal de estimação.  
Atualmente, a rede já conta com mais de 600 membros.






terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

REDE GLOBO TRANSMITE O OSCAR 2011...

Premiação tem apresentação de Maria Beltrão e comentários de José Wilker


O próximo domingo, 27 de fevereiro, é dia de Oscar.
A Rede Globo exibe a premiação, logo após o Big Brother Brasil 11, diretamente de Los Angeles, nos Estados Unidos.
A festa da maior premiação do cinema internacional tem apresentação de Maria Beltrão, com comentários do ator José Wilker.
Pela primeira vez a tradução está a cargo de dois intérpretes: Anna Luiza Vianna dá voz às mulheres e Malcolm Forest faz a tradução dos homens.
Durante o Fantástico e na transmissão do evento, a correspondente Giuliana Morrone entra em flashes ao vivo, direto de Hollywood, mostrando a preparação da cerimônia e a chegada dos famosos ao teatro.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Abertas inscrições para o International Management 2011 - HSBC...

Oportunidade de carreira internacional para futuros líderes da organização

Estão abertas as inscrições para a edição 2011 do International Management (IM), oportunidade de carreira para profissionais interessados em seguir carreira na indústria financeira oferecido pelo banco HSBC.
Único no mercado – tanto nacional quanto global, o IM tem foco na formação generalista de agentes financeiros e tem como diferenciais a mobilidade geográfica e o potencial para formação de líderes para a organização baseado em uma carreira internacional.
Neste ano foram abertas 80 vagas, a serem preenchidas em diversos países onde o HSBC está presente.
Para se inscrever no programa não é obrigatório ter experiência no mercado financeiro, mas deve provar que é capacitado para liderar equipes, demonstrar comprometimento e interesse à experiência em diferentes países e culturas e almejar uma carreira generalista no sistema bancário.
Para concorrer a uma vaga no programa, os candidatos devem se submeter um questionário online e preencher um formulário de inscrição na internet. Todas as submissões serão, posteriormente, analisadas e elencadas em diferentes níveis, levando em conta o grau de qualificação acadêmica do candidato, suas experiências pessoais, vivências culturais e profissionais.
Dentro do HSBC, um International Manager deverá estar habilitado para atuar em um país diferente a qualquer hora.
A cada 18 meses, aproximadamente, os IMs precisarão mudar de lugar e função.
Ao passo que a carreira evolui, esse intervalo fica maior e as mudanças passam a ocorrer a cada 24 meses, depois 36 e assim sucessivamente.
As inscrições para a edição 2011 ficam abertas até 31 de março.

Mais informações...

Fonte

domingo, 20 de fevereiro de 2011

tour virtual pela Capela Sistina...

Agora é possível visitar a capela localizada no Vaticano através de um tour virtual...


O Vaticano proporciona agora um tour virtual para que você possa passear pela capela Sistina e admirar suas obras sem sair de casa.
O site oferece ampla visão do local e imagens – ou pelo menos a maioria delas - em alta resolução.

História

Capela Sistina localiza-se na Cidade do Vaticano, mais precisamente no palácio apostólico, que é a residência do Papa Bento XVI.
O Vaticano é uma espécie de país dentro da cidade de Roma, sob o comando da Igreja Católica.
É nesta famosa capela que os cardeais da igreja escolhem o próximo Papa. Ela foi construída no final do século XV, encomendada pelo papa Sisto IV, e levou oito anos para ficar pronta.
São 40,9 metros de comprimento, 13,4 metros de largura e 20,7 metros de altura.
Inicialmente, suas paredes foram decoradas com afrescos dos principais artistas renascentistas da época como Botticelli, Rosselli, Signorelli, Ghirlandaio e Perugino.
A cidade de Florença era o centro das artes naquele momento, mas com a grande chamada de artistas para Roma na conclusão desta obra, Sisto IV foi responsável por mudanças na História da Arte.
No entanto, apenas anos depois, em 1508, Michelangelo foi chamado a Roma pelo então papa Júlio II.
Inicialmente ele, que se considerava antes de tudo um escultor, foi convidado para fazer o mausoléu do Papa, mas acabou destinado a pintar o teto da Capela Sistina.
No pontificado do papa Paulo III, em 1534, Michelangelo volta à Capela Sistina para realizar a obra O Juízo Final, localizada atrás do altar. Esta pintura grandiosa levou cerca de sete anos para ser finalizada.

Leia mais...

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Descubra a sua vocação - Roberto Shinyashiki...

O que dá dinheiro?
Informática, telecomunicações, tecnologia da informação?
Poucas percebem que optar por uma profissão sem paixão é como se casar sem amor com alguém muito rico.


O respeito à sua vocação tem de ser total e então todas as bênçãos virão em seguida

A felicidade profissional vem quando trabalhamos em algo que verdadeiramente tem a ver com nossa vocação.
Quando não trabalhamos de acordo com nossa missão pessoal, ficamos irritados, de mau humor, entediados, e, por consequência, não conseguimos servir a ninguém.
Um artista pode trabalhar como bancário, mas terá de ser “um bancário artístico”, para não perder o amor à vida e ao trabalho.
Se lutar contra sua essência e apagar sua sensibilidade, fará um grande mal a si próprio e, provavelmente, não economizará dinheiro para se tornar artista 24 horas por dia.
Talvez você esteja com vontade de dizer que se sente frustrado porque precisa trabalhar com algo que não tem nada a ver com você, mas garante seu salário.
Se isso não tem nada a ver com você, acabará sendo demitido por falta de competência.
Sabe por quê?
Porque está trabalhando sem paixão, não sente desejo de estudar para se aprimorar, e seu resultado será comprometido.
O amor tem de vir em primeiro lugar, mesmo que você esteja interessado em dinheiro.
O respeito à sua vocação tem de ser total e então todas as bênçãos virão em seguida.
Se você está frustrado com sua profissão, é chegada a hora de uma revisão de vida.
Aproveite esse momento para analisar qual é a sua verdadeira vocação, seus talentos, e vá atrás de seu sonho.
Talvez você precise de algum tempo para essa transição, mas não se abandone atrás de uma mesa, fazendo algo que não tem nada a ver com você, até chegar o “glorioso” dia da aposentadoria.
A maior parte das pessoas escolhe uma profissão por motivos que nada têm a ver com sua vocação.
Alguns a escolhem pelo glamour que supõem existir em algum tipo de trabalho.
Uma pessoa deve escolher uma profissão não pelo prestígio social que possa haver nessa atividade, mas por ser a preferência de sua alma.
A frustração chega quando a pessoa descobre que, com o glamour, vêm junto inúmeras tarefas aborrecedoras que somente aqueles com uma verdadeira vocação para essa profissão fariam com prazer.
Por mais que escolha a profissão de acordo com sua vocação, haverá inúmeras tarefas difíceis de cumprir, mas que você realizará por amor e respeito à sua missão e às pessoas que dependem de sua competência.
Há também aquelas pessoas que, por causa da crise econômica, escolhem uma carreira pensando em seu retorno financeiro.
O que dá dinheiro?
Informática, telecomunicações, tecnologia da informação?
Poucas percebem que optar por uma profissão sem paixão é como se casar sem amor com alguém muito rico.
Por fim, existem aqueles que escolhem a carreira para evitar problemas. São os novos empresários, que pretendem montar um negócio porque não querem ter chefes e logo descobrem que ter negócio próprio é transformar cada cliente num chefe.
E, se não tinham capacidade para entender um, como poderão servir a 50?
Qualquer que seja sua idade, é importante analisar se você está realizando sua vocação.
Fazer uma mudança radical requer esforço, mas é melhor se esforçar para girar o barco no rumo do seu coração do que ter de se arrastar todos os dias para um trabalho que não tem nada a ver com você.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Babosa – Aloe vera...

A Babosa (Aloe vera) é uma planta medicinal extremamente conhecida e utilizada no mundo inteiro.
Pertence a família das Liliáceas (Liliaceae).



O nome do gênero Aloe vera seria originário do hebráico halal ou do arábico alloeh, que significa substância amarga, brilhante e recorre ao gel da babosa.
O nome da espécie vera vem do latim vera (= verdadeira).
Ao que tudo indica, ela é considerada uma planta poderosa há muito tempo.
A evidência de uso da Babosa mais antiga foi encontrada em um tablete de barro na Mesopotâmia, datado de 2.100 a.C (Atherton High School Study). Referências para seu uso como um agente curativo podem ser achadas também nas culturas dos antigos egípcios, chineses, gregos, indianos e também na literatura cristã.
Antigos muçulmanos e judeus acreditavam que a babosa representava uma proteção para todos os males e, por isso, usavam as folhas até penduradas na porta de entrada da casa.
Alexandre, o Grande, teria conquistado as Ilhas de Socotorá, no Oceano Índico (século IV a.C.), porque lá vegetava abundantemente um tipo de babosa que produzia uma tinta violácea.
Há quem diga, entretanto, que na verdade, o conquistador conhecia os poderes cicatrizantes da babosa e seu principal interesse nas ilhas era ter plantas suficientes para curar os ferimentos dos seus soldados após as batalhas.
Lendas também indicam que a Babosa era um dos segredos da beleza de Cleópatra.
Na África, caçadores esfregam o suco de Babosa em seus corpo para reduzir a transpiração e mascarar o cheiro humano.

Propriedades Medicinais
Antibacteriano, antiinflamatório, antifúngico, biogênico, colagogo, demulcente, emenagogo, emoliente, hepático, laxativo, purgante, rejuvenescedor, tônico estomacal, vermífugo.

Usos Tradicionais
Acne, amenorréia, artrite, caspa, cicatrizes, constipação, feridas, heras-venenosas, herpes, queimaduras, queimaduras de sol, lombriga, psoríase, tuberculose, úlceras.

Durante as últimas décadas, diversos estudos foram realizados em todo o mundo a fim de se investigar diversas propriedades da Babosa, planta em formato de cacto.
A indústria cosmética vê a Aloe vera como base e fitocosmético para vários produtos de beleza, tais como cremes faciais e capilares, limpadores de pele (removedor de impurezas da pele), anti-rugas, fortalecedor do couro cabeludo e desodorantes.
Ajuda a combater a caspa, previne contra as rugas hidratando peles ressecadas e flácidas e, aplicada como loção após a barba, é ótimo suavizante para a pele.
O poder da Aloe vera é extremamente incrível.
Queimaduras profundas tratada com esta planta, algumas vezes conseguem evoluir para uma queimadura de menor grau em poucos dias.
Além disso, a Babosa é muito útil para o tratamento de cortes e feridas, acne, coceiras, manchas na pele, picadas de insetos, dores musculares, problemas digestivos, artrite, sinusite e asma, além do já citado combate eficiente à queimaduras, seja por fogo ou raios solares.
Estudos já concluiram que a Babosa fortalece o sistema imunológico e tem ação anti-inflamatória e antiviral (inclusive inibindo a multiplicação do vírus da AIDS).
Algumas pesquisas isoladas mostraram que os oligossacarídeos presentes na Babosa ajudam a combater as células malignas, no entanto, concluiu-se também que seu consumo não deve ser indiscriminado, pois pode provocar dores abdominais, fortes diarréias (que os defensores do uso da planta afirmam ser o “efeito limpeza”) e, em doses elevadas, pode causar até inflamação nos rins.
As mesmas pesquisas mostram que os princípios ativos encontram-se no gel mucilaginoso das folhas da Aloe vera e não na casca da folha.
Cautela com a utilização da babosa é importante, vez que a planta possui alguns efeitos colaterais.
Os principais componentes da babosa (aloína, aloeferon, aloetina e barbalodina) são responsáveis pelas propriedades medicinais da planta que, além de cicatrizante, é utilizada como tônico digestivo e laxante. Contudo, como os componentes da babosa têm propriedades emenagogos (aumentam o fluxo sanguíneo), sendo contraindicada na gravidez.
Em doses altas, a Aloe vera pode provocar vômitos e se transformar num purgativo drástico, sendo totalmente desaconselhável seu uso em crianças, onde os efeitos colaterais podem ser potencializados.
O uso também é contra-indicado em casos de varizes, hemorróidas, afecções renais, enterocolites, apendicites, prostatites e cistites.
O uso interno prolongado provoca hipocalemia e favorece o surgimento de hemorróidas.

Formas de se utilizar a Babosa (Aloe vera)

Suco
Os benefícios do suco da babosa ainda são controversos. O suco é extraído da polpa da planta, já que a casca não é recomendada. Dilui-se uma colher de sopa em meio vaso de água e se toma de uma a três vezes por dia antes das refeições. A ingestão excessiva do suco da Babosa pode causar dores abdominais e diarréia. O suco da Aloe vera não deve ser tomado internamente durante a gravidez, menstruação ou em casos de sangramento retal, apesar do Gel da Babosa ser usado externamente sob essas condições. Os fortes compostos laxantes presente na planta são passados para o leite materno, por isso mães que estão amamentando devem evitar o uso interno da babosa.

Gel
Pesquisadores modernos identificaram vários motivos pelo qual o gel da Babosa estimula a cicatrização de feridas, vez que o gel da Aloe tem propriedades antibacterianas, antifúngicas e antivirais, além de compostos que ajudam a prevenir a infecções de feridas. Ele também tem imunoestimulantes e compostos anti-inflamatórios, estimulando a síntese de colágeno e a regeneração da pele. O gel da Babosa contém vitaminas C e E, além do mineral zinco, o que ajuda a curar feridas de todos os tipos. Usa-se parte do gel extraído da folha da babosa para ser utilizada na higiene diária. Geralmente os produtos vendidos à base da Babosa possuem forma pouco concentrada. o gel só deve ser usada externamente.

In Natura
Aplica-se a folha da Aloe vera diretamente sobre as queimaduras e as feridas, sobre a pele seca, as infecções por fungos e as picadas de insetos. Pode-se tomar duas colheres por dia.

Pomada
Para obter a pomada, deve-se abrir várias folhas de Babosa para obter uma grande quantidade do gel da planta. Após isso, deve-se fervê-lo até que se forma uma pasta espessa. Deve-se guardar em frascos limpos e em local fresco. O modo de utilizar é o mesmo das folhas.

Tônico
O gel da babosa fermentado com mel e especiarias é empregado como tônico e auxilia contra a anemia, problemas digestivos e hepatite. Inalações: O gel da planta ajuda a combater a congestão bronquial.

Fonte

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Horário de verão...


Horário de verão termina à meia-noite deste sábado


Moradores do Sul, Sudeste e Centro-Oeste devem atrasar relógios em 1 hora...



O principal objetivo da implantação do Horário de Verão é o melhor aproveitamento da luz natural ao entardecer, o que proporciona substancial redução na geração da energia elétrica que se destina à iluminação artificial...


Termina à meia-noite deste sábado (19) para domingo (20) o horário brasileiro de verão, e os relógios de moradores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste devem ser atrasados em uma hora.
O horário brasileiro de verão foi adotado em dez estados do país e no Distrito Federal desde a 0h de 17 de outubro de 2010.
A medida, segundo o Ministério de Minas e Energia (MME), visa reduzir a demanda por energia elétrica em horários de pico por meio do aproveitamento da luz solar.
Por isso, o período escolhido para o horário de verão no Brasil, assim como em outros países no hemisfério sul, é o segundo semestre, entre a primavera e o verão, quando os dias são mais longos.

"O horário de verão é adotado entre a primavera e o verão, quando os dias são mais longos. Sua função é levar a um maior aproveitamento da luz solar, com menor necessidade de uso de iluminação artificial", diz Claude Cohen, professora do Departamento de Economia da Universidade Federal Fluminense (UFF) e professora colaboradora do Programa de Planejamento Energético (PPE), do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Fonte

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Concursos em andamento...

Achei essa lista de concursos no terra e resolvi divulgar aqui no "Meu Jardim", com os devidos créditos...

Inscrições para concursos públicos promovidos em todas as regiões do País oferecem 13,1 mil vagas, com salários de até R$ 21 mil. Há oportunidades para profissionais que não completaram o ensino fundamental e até para aqueles com superior completo.

O Terra selecionou 19 processos seletivos que têm inscrições abertas e informa, além da remuneração e número de vagas, requisitos, prazo e local para inscrição.

Listar por:

REMUNERAÇÃO

ESCOLARIDADE

REGIÃO

Fonte

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Ronaldo - O adeus do Fenômeno...

"Eu vim aqui para falar hoje que estou encerrando a minha carreira como jogador profissional e dizer que esta carreira foi linda, foi maravilhosa, foi emocionante, tive muitas derrotas, enfim, muitas vitórias, fiz muitos amigos, não lembro de ter feito nenhum inimigo..."


Vencido pelo corpo, chegou ao fim, ontem, a carreira de um dos maiores jogadores da história do futebol.
Chorando bastante, Ronaldo anunciou oficialmente a sua aposentadoria.
O jogador revelou que sofre de hipotireoidismo e culpou as constantes dores no corpo para antecipar o adeus, que deveria acontecer apenas no final do ano.
O adeus do Fenômeno mobilizou a imprensa nacional e internacional.
Centenas de jornalistas, fotógrafos, cinegrafistas e até profissionais que cobrem o mundo das celebridades compareceram ao CT Joaquim Grava, na zona leste da capital paulista, para registrar a aposentadoria do veterano de 34 anos.
O atacante chegou ao CT por volta das 10h30, acompanhado de dois dos seus filhos: o primogênito Ronald e Alex.
Na entrada, recebeu o carinho de poucos fãs.
Duas horas antes da entrevista coletiva, o maior artilheiro da história das Copas do Mundo caminhou lentamente ao campo, onde os demais jogadores treinavam.
Todos sentaram no banco de reservas, e o Fenômeno falou durante cerca de dois minutos.
Após o camisa 9 finalizar seu discurso, seus colegas de equipe o aplaudiram.
Depois, um por um levantou para abraçá-lo.
Tite e os demais membros da comissão técnica também cumprimentaram o agora ex-jogador.

A carreira do Fenômeno




O início de Ronaldo no futebol aconteceu no São Cristóvão, clube do Rio de Janeiro.
Em 1993, ele foi contratado pelo Cruzeiro por irrisórios US$ 10 mil (hoje R$ 17 mil), onde estreou como profissional.
Em 44 partidas na equipe mineira, anotou 44 gols.
O surgimento meteórico rendeu ao promissor atacante, aos 17 anos, a convocação por Carlos Alberto Parreira para a Copa do Mundo de 1994.
Do banco de reservas, ele participou da conquista do tetracampeonato mundial.
A entrada no milionário futebol europeu ocorreu pela Holanda, no PSV Eindhoven, onde marcou 54 gols em 57 jogos.
Em 1996, o brasileiro foi vendido ao Barcelona por US$ 20 milhões.
Na temporada 1996-1997, fez 47 gols em 49 partidas e ganhou o apelido de Fenômeno.
Eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa em 1996 e 97, Ronaldo se transferiu para a Internazionale, de Milão, por US$ 36 milhões.
Na Copa do Mundo de 1998, balançou as redes quatro vezes, porém o que entrou para a história foi o mal-estar que ele sofreu na véspera da decisão com a França, quando foi levado às pressas ao hospital.
Participou da final, mas pouco fez.
Na Itália manteve a alta média de gols (59 em 99 exibições), porém começou a conviver com as lesões no joelho.
Foram duas consecutivas e cerca de 20 meses longe da bola.
Foi para o Mundial de 2002 sob a desconfiança de parte da torcida e da imprensa.
Brilhou, foi o artilheiro com oito gols e voltou a ser o melhor do mundo no final do ano.
O sucesso no Japão e na Coreia do Sul fez com que o Real Madrid o contratasse por US$ 45 milhões.
Entre 2002 e 2007, marcou 104 gols em 177 jogos na Espanha.
Na Copa de 2006, marcou mais três gols e virou o maior artilheiro de todos os tempos em Copas do Mundo.
A partir daí, começou a queda na carreira do astro.
Transferiu-se para o Milan por US$ 9,5 milhões onde marcou 9 gols em 20 partidas.
Uma nova lesão no joelho o afastou dos gramados mais uma vez.

A volta ao Brasil

Após aproximadamente 15 temporadas, Ronaldo retornou ao futebol brasileiro.
Treinou no Flamengo, porém frustrou os torcedores rubro-negros ao assinar com o Corinthians.
Depois de uma primeira temporada de sucesso, em 2009, com títulos da Copa do Brasil e do Campeonato Paulista, o atacante viveu períodos de dificuldade, com seguidos problemas físicos e duas eliminações na Copa Libertadores.
A última delas, no começo deste ano, gerou uma série de protestos de parte da torcida.
A partida que marcou a despedida de Ronaldo dos campos aconteceu no último dia 2 de fevereiro, na derrota do Corinthians para o Tolima por 2 a 0, na cidade de Ibagué, na Colômbia.
O resultado impediu a classificação da equipe brasileira para a fase de grupos da Libertadores 2011.



segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Ambiente de trabalho pode motivar profissionais e reter talentos...

Uma pesquisa realizada pela Trabalhando.com revela um dos pontos que, segundo funcionários de empresas brasileiras, os mantêm motivados: o bom ambiente de trabalho.
Os resultados mostram que para 52% dos entrevistados a boa convivência com colegas e com seus gestores afeta seu comportamento profissional, pessoal e impacta em seus resultados.
Os demais fatores apontados como importantes são: oportunidades de promoção (22%), possibilidade de aumento de salário (14%) e status da empresa (5%).
Pesquisas anteriores haviam mostrado que profissionais que julgam trabalhar em melhores ambientes apresentam menos condutas de risco à saúde como tabagismo, obesidade, sedentarismo e abuso de álcool.
É importante saber que esses quatro comportamentos são os mais associados a doenças e à mortalidade em países industrializados.
Renato Grinberg, presidente da Trabalhando.com Brasil, afirma que para motivar uma equipe não há uma simples receita.
É preciso entender as personalidades, necessidades e expectativas das pessoas e desenvolver um plano de ação a partir dessa análise.
“Observe algumas atitudes nas pessoas que trabalham com você; se elas trabalham bem em equipe, se trazem idéias, se estão envolvidas em todos os processos, se respeitam seus gestores e principalmente os admiram.
Se essa equação estiver funcionando, você já tem meio caminho andado”, diz Renato.

Fonte

domingo, 13 de fevereiro de 2011

"Clube da Esquina", o filme...

Teaser promocional do filme sobre o Clube da Esquina dirigido por Daniel Veloso e Eduardo Zunza, produzido por Carina Bismark, roteiro Joana Oliveira e Márcio Borges e historiadora Tatiana Dias. 
Uma co-produção G5 Filmes e Memoratu.



sábado, 12 de fevereiro de 2011

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Christian Owens - Milionário aos 16 anos...


Empreendedor mirim de 16 anos faz seu primeiro milhão de dólar com sua primeira empresa


O adolescente britânico Christian Owens ganhou seu primeiro computador aos sete anos de idade.
Três anos depois, foi a vez de um Mac, da Apple, chegar ao seu quarto. Foi aí que ele começou a acreditar que poderia ser um empreendedor da web.
Em 2008, aos 14 anos, Owens começou a empreender com sua primeira empresa: um site bastante simples chamado Mac Bundle Box.
A página vende pacotes de aplicativos do Mac OS X com desconto por um tempo limitado.
O valor do primeiro pacote – negociado com os desenvolvedores dos aplicativos - ficou em US$ 400, mas Owens vendeu o kit por um décimo desse valor.
E não foi só isso.
Se um número mínimo de pessoas comprasse o tal pacote, um novo aplicativo seria desbloqueado para todos os compradores, o que garantiu um belo boca-a-boca para a promoção.
E, para completar, Owens doou parte das vendas para caridade.

A ideia do jovem empreendedor deu certo.
Muito certo, na verdade.
Nos dois primeiros anos de vida, o Mac Bundle Box faturou US$ 1 milhão.

Mas o sucesso do primeiro negócio não fez Owens parar de empreender.
Ele criou um novo empreendimento chamado Branchr, uma companhia que distribui 300 milhões de anúncios por mês em mais de 17.500 sites, iPhones e sistemas operacionais para celulares Android e ganha por cada clique dado em uma dessas propagandas.
A empresa faturou US$ 800 mil em seu primeiro ano de vida e emprega oito adultos, incluindo a mãe de Owens, Alison.
O segredo do sucesso?
“Não há segredo”, diz ele.
“Não há fórmula mágica, trata-se apenas de trabalho duro e determinação.”

Quando questionado onde estará em dez anos, o empreendedor mirim não sabe dizer, mas tem na ponta da língua que quer faturar 100 milhões de libras com sua nova empresa, a Branchr.
Será que ele vai conseguir?
Parece estar no caminho certo.

Fonte

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Beto Guedes - Dias 11 e 12 no Rival (RJ)...

Aos amigos do Rio, eu recomendo.
Assisti à gravação do dvd e me emocionei muito com as suas canções, seu talento e doçura...

"... no inverno te proteger,
no verão sair pra pescar,
no outono te conhecer,
primavera poder gostar... "



Beto Guedes está de volta!









Vem com sua música para encher os corações de esperança, abrir de novo as janelas do peito. 
Chega o nosso sexto Beatle para cantar as baladas sempre necessárias.
Em seu novo trabalho, o DVD/CD “Outros Clássicos”, ele resgata melodias já antes gravadas por ele e que, à época de seu lançamento, acabaram ofuscadas pelo sucesso de seus grandes clássicos. 
E o faz em grande estilo, com novos arranjos de Wagner Tiso e gravação ao vivo no Grande Teatro do Palácio das Artes, acompanhado de uma super banda com vocais, sopros, cordas e participações especiais de Daniela Mercury e Célio Balona, além do maestro Wagner.
A escolha do repertório contou com a ajuda dos fãs, que ao longo de 10 meses puderam votar nas suas canções preferidas através do site oficial: www.betoguedes.com.br
Um momento único e emocionante, que Beto quer levar ao público de todo o Brasil num show que celebrará temas como a paz, a natureza e o amor, dividindo o palco com sua afinadíssima banda: Neném (bateria), Adriano Campanhani (baixo), Alexandre Lopes e Ian Guedes (guitarras) e Cláudio Faria (teclados).
Beto Guedes é autor de algumas das mais primorosas canções da MPB, como “Sol de Primavera”, ”Amor de Índio” e “O Sal da Terra”, entre tantas outras, tendo em sua discografia os seguintes álbuns: A Página do Relâmpago Elétrico (1977), Amor de Índio (1978), Sol de Primavera (1980), Contos da Lua Vaga (1981), Lumiar (1983), Viagem das Mãos (1984), Alma de Borracha (1986), Ao Vivo (1987), Andaluz (1991), Dias de Paz (1998), Em Algum Lugar (2004) e Beto Guedes 50 anos Ao Vivo (2005).

“Beto, o homem dos mil instrumentos, da voz emocionada e de melodias ricas de som e ritmo.
Esse é um cara em quem aposto e acredito desde que conheci.
Faz parte de uma turma radicada em Minas, que canta como vive: trocando idéias, participando uns dos trabalhos dos outros; mas individualmente, cada um com seu próprio segredo.
Cada novo trabalho traz surpresas e sempre me deixa emocionado.
Aliás, também a todas as pessoas que sabem ouvir (o que também é um Dom).
Tô com ele e não abro.
Menos na arte de pilotar um Ultra-leve juntos, porque eu posso ser doido, mas não tanto.
Força Beto.
Sai da toca e mostra pro mundo.
Todos nós precisamos.
Beijos – Compadre Nascima”
Milton Nascimento


Serviço:

Teatro Rival Petrobras
Dias 11 e 12/02 – Sexta é sábado às 19h30
Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia

Preço:

Setor A
R$ 65,00(Inteira)
R$ 32,50 (meia)

Setor B
R$ 55,00(Inteira)
R$ 45,00(Os 100 primeiros pagantes)
R$ 27,50(Meia)

Classificação: 16 anos

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Jovem empreendedor - Joseph Hudicka...


O garoto americano Joseph Hudicka pode ser considerado um dos mais jovens empreendedores de sucesso do mundo.
Com apenas oito anos, e apesar de não ter um iPhone, o garoto já desenvolveu dois aplicativos para o aparelho e está ganhando dinheiro com a venda dos mesmos na App Store.
O primeiro aplicativo de Joseph, chamado Puckz, uma mistura de xadrez e hockey, foi inicialmente criado pelo garoto para ser um videogame.
“Eu estava ficando entediado com meus outros jogos, então resolvi criar um novo”, explica o garoto.
Entretanto, o game ficou tão benfeito que os pais de Joseph o ajudaram a adaptar a plataforma para torná-lo um aplicativo de iPhone e iPad.


Imagem do Puckz

O Puckz chegou à loja da Apple em março e em junho já tinha sido baixado por mais de 800 usuários.
Com seus jogos, Joseph já ganhou US$ 489 (o equivalente a aproximadamente R$ 820).
E ele não para por aí.
“Inicialmente eu imaginei o Puckz em 3D, mas não tem problema”, reclama.

Fonte

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

à sombra de um ipê branco - diário de uma vida...

à sombra de um ipê branco - Diário de uma vida é um blog que eu criei para compartilhar minhas experiências no tratamento de um câncer de mama.


Belo Horizonte foi onde nasci e me criei.

E na chamada “cidade jardim”, não podia ser diferente, nosso bairro ao invés de ruas tinha alamêdas e a nossa casa ficava na alamêda do ipê branco.

Muitos anos se passaram e hoje fico imaginando que nascer e viver às sombras de um ipê branco era algo mais do que especial, era como se a vida me dissesse:

Vai em frente, sem medo, pois você já aprendeu os segredos da primavera.

Afinal, a natureza não pula gestações e para se florescer na primavera é preciso sobreviver a cada uma das estações.

Ser forte no calor do verão, se desfolhar com coragem e fé no vazio do outono, se recolher com sabedoria no frio do inverno, para renascer inteira na beleza da primavera.

E assim vou vivendo, como se ele estivesse ali, eu sob suas sombras, e ele sempre a me lembrar que o poder da semente está em cada uma de suas folhas e flores, como a nascente alimenta o ribeirão e como o sonho alimenta o meu viver em meu coração...


Lúcia Faria

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Veja os pecados que levam novas empresas a fechar as portas...

Por Paulo Henrique Lobato - Estado de Minas...

Calotes fizeram os empresários Rômulo de Abreu Domingues e Elder Menezes desistirem de revenda de peças

A loja de peças para geladeiras dos sócios Élder Menezes, de 36 anos, e Rômulo Domingues, de 33, foi muito bem no início: faturava R$ 40 mil mensais. “Nosso preço era bom e o atendimento diferenciado, com suco e cafezinho”, recorda o mais velho. No entanto, o rio de dinheiro sonhado pela dupla secou menos de dois anos após a inauguração do ponto. O vilão da história foi o calote de clientes. “Chegou a mais de R$ 20 mil e faltou capital de giro. A empresa adoeceu, entrou no CTI e não conseguimos salvá-la”, lamenta o mais novo. O pesadelo deles é mais comum do que muita gente pensa: balanço da Junta Comercial de Minas Gerais (Jucemg) referente a 2010 mostra que, em média, 55 empresas fecham as portas todos os dias no estado. Ao todo, 20.008 unidades faliram no ano passado.

E o que faz tantos empreendimentos fecharem as portas numa época em que a economia nacional bate um recorde atrás do outro? A pedido do Estado de Minas, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) elaborou a lista dos sete pecados capitais que levam boa parte dos negócios ao fracasso. O primeiro deles é a falta de planejamento. “Erro comum de vários postulantes a empresários é achar que o dinheiro da caderneta de poupança ou o recurso de uma rescisão do contrato de trabalho ou até mesmo a grana conseguida com a venda do veículo é suficiente para montar o próprio negócio”, diz Mara Veit, gerente de Atendimento ao Empreendedor da entidade.

A ex-microempresária Gabriela Costa, de 29, reforça o alerta da especialista. Ela abriu uma loja de vestuário, no Bairro Funcionários, na Região Centro-Sul da capital, com a esperança de ganhar dinheiro com o próprio negócio. O leque de produtos era bastante diversificado e de muito bom gosto, o que atraiu uma clientela razoável, atendida por ela e dois funcionários. No entanto, a jovem não contava que a maioria das vendas seria a prazo, o que dificultou o pagamento das chamadas contas fixas mensais, como luz, água e, principalmente, o aluguel, que era de R$ 2,2 mil. Apesar do carisma no atendimento e dos bons produtos expostos na vitrine, Gabriela não teve outra saída a não ser fechar a empresa.

“Planejamento é fundamental. No meu caso, o investimento havia sido baixo. Assim como muitas pessoas fazem, também abri o meu negócio com o valor exato. Ou seja, sem capital de giro. A gente fica contando com o dinheiro das vendas para movimentar a loja, como comprar estoque e pagar contas, mas se esquece que boa parte do pagamento é parcelado”, explica Gabriela, que fechou o ponto quase três anos depois de inaugurá-lo. Hoje, ela é gerente de uma loja de cosméticos no Shopping Boulevard, na Região Leste de Belo Horizonte. “Além das contas fixas, ainda há os impostos. Você tem de ter pelo menos seis meses de recurso reservado para esses pagamentos”, acrescenta a especialista do Sebrae.

Decisões baseadas na intuição também são um grande pecado capital que precisa ser evitado. O erro, como ocorreu com Kênia Assis Martins, de 33, pôs fim à sua empresa que oferecia diversão à criançada enquanto os pais faziam compras num shopping da Região Oeste da cidade. O amplo espaço contava com piscina de bolinhas, escorregador e área para desenho e pintura. Mas, depois de engravidar, sua dedicação ao local ficou limitada. “A coisa desandou mesmo quando minha filha nasceu, pois precisei deixar o negócio nas mãos de funcionários. Perdeu o rumo. Recorri a empréstimos no banco e não adiantou”.

Longo prazo Já os sócios Élder e Rômulo, que não tinham empregados, fecharam as portas em razão dos calotes. Mas admitem que faltou à dupla uma visão de longo prazo, outro pecado capital do mundo dos negócios. Isso porque, apesar da inadimplência de alguns clientes, a empresa poderia ter sobrevivido se tivesse capital de giro ou se as retiradas feitas por ambos, durante o período de vacas gordas, ocorressem após o segundo aniversário da loja.

“O pequeno empresário não pode ter prolabore em menos de 24 meses. A gente tinha despesas fixas e algumas variáveis. Depois dessa experiência, sempre alerto às pessoas que desejam abrir seu negócio que façam um curso de empreendedorismo. É preciso fazer a chamada análise swot, ou seja, pesquisar as forças e as fraquezas internas e externas do mercado”, diz Rômulo, que hoje está no sexto período de administração. Ausência de foco, comodismo, baixo investimento em inovações e falta de controle financeiro também fazem parte dos sete pecados capitais que não podem ser cometidos pelos empresários.

Sobreviver dois anos é o desafio

Especialistas alertam que sobreviver aos dois primeiros anos é um grande desafio para a maioria das empresa. “Preciso ter recurso para manter o meu negócio, pois tenho de vender a prazo e quem vai pagar minhas contas no fim do mês? Preciso de um capital de giro, e isso é um dos maiores problemas”, reforça Mara Veit, gerente de Atendimento ao Empreendedor do Sebrae. A cada cinco anos, a entidade elabora a taxa de mortalidade das micro e pequenas empresas mineiras. O indicador, que mostra a quantidade de empreendimentos que fracassaram antes de completar dois anos, foi de 14,3% em 2007, ano da última edição.

Uma das ferramentas usadas para a sobrevivência no mercado competitivo é a inovação. “A empresa tem que enxergá-la como gestão de qualidade. Precisa tratá-la de forma profissionalizada dentro do empreendimento. Hoje, há várias ferramentas para dar sustentatiblidade aos empresários. Não pode ser apenas a inovação tecnológica” , explica Célio Cabral, gerente de Inovação do Instituto Euvaldo Lodi, criado pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI) em 1969.

Ele acrescenta que muitas inovações fogem à tecnologia, mas são capazes de revolucionar todo um segmento: “É o caso da comida a quilo, que revolucionou todo o segmento de bares e restaurantes na década de 1990”.

Mulheres

A taxa de mortalidade das empresas, elaborada pelo Sebrae, não informa a faixa etária e o sexo dos proprietários que precisaram fechar seus negócios, mas, segundo a especialista da entidade, “o número de mulheres que participam dos eventos (da entidade) é maior do que o dos homens”. “Percebo que elas são mais cautelosas na abertura de negócios, principalmente, nas áreas comercial e de serviços. Tenho cada vez mais certeza que elas transferem a habilidade de administrar a casa para o negócio”, acrescenta Mara.

Fonte