quinta-feira, 31 de março de 2011

As 10 maiores pegadinhas do Dia da Mentira...

Amanhã é o dia da mentira.
Veja aqui, as 10 maiores pegadinhas do Dia da Mentira que a grande mídia já pregou, em ordem cronológica:

1. Em 1957, a rede de televisão BBC soltou a notícia que graças ao inverno ameno e à eliminação da praga do espaguete, fazendeiros suíços estavam comemorando uma safra recorde daquela massa. Um vídeo mostrava supostos fazendeiros suíços puxando cachos de espaguete de árvores. Muito rapidamente os telefones começaram a tocar, com várias pessoas querendo informações sobre como cultivar o próprio espaguete.

2. Em 1985, a revista Sports Illustrated publicou a história de um jogador novato de baseball que conseguia atirar a bola à incríveis 270km/h (168mph, enquanto a média gira em torno de 100mph) estaria entrando para o elenco do New York Mets. O jogador teria apurado sua incrível habilidade de arremessar muito mais rápido que os outros jogadores, em um período que passou num mosteiro tibetano. Os fãs do Mets ficaram imensamente felizes por alguns dias…

3. Em 1962 a Suécia tinha apenas um canal de televisão, que transmitia tudo em preto e branco. Um técnico da estação apareceu no ar, dizendo que uma nova técnica havia sido desenvolvida para o envio de imagens coloridas. Para converter seus televisores, as pessoas deveriam cobrir o televisor com uma meia fina de nylon. A TV em cores só surgiria na década de 1970.

4. Em 1966 a cadeia americana de fast food Taco Beel anunciou que havia comprado o Philadelphia’s Liberty Bell (Sino Da Liberdade na Filadélfia), que vem à ser um símbolo da independência norte americana, do governo federal, e que o estaria rebatizando para Taco Liberty Bell.
Cidadãos ultrajados ligaram para expressar sua raiva antes da Taco Bell revelar que era tudo uma pegadinha. O então secretário de imprensa do governo americano foi questionado á respeito da venda, e respondeu que o Memorial de Lincoln também havia sido vendido e passaria à chamar-se Ford Lincoln Mercury Memorial.

5. O notável astrônomo britânico Patrick Moore anúncio em uma rádio que no dia primeiro de abril de 1976, precisamente às 9:47 da manhã, um evento único iria ocorrer: Plutão passaria por trás de Júpiter, o que causaria um alinhamento gravitacional que reduziria a gravidade na Terra. Moore disse aos ouvintes que se eles pulassem no exato momento do alinhamento, eles poderia experimentar uma sensação de flutuação. Centenas de pessoas ligaram para a emissora reportando o sucesso da experiência.

6. Em 1977, o jornal britânico The Guardian publicou um suplemento de sete páginas sobre o 10º aniversário de San Serriffe (Sans Serif, é uma fonte tipográfica), uma pequena república localizada no Oceano Índico e que consistia de várias ilhas no formado de vírgulas, suas duas principais ilhas chamavam-se Upper Caisse (algo como Caixa Alta) e Lower Caisse (algo como Caixa Baixa).

7. Em 1992, a Rádio Nacional Pública dos EUA, anunciou que o ex-presidente Richard Nixon concorreria novamente à presidência norte americana, e que seus slogans seriam algo como “Eu não fiz nada naquela época e não vou fazer nada novamente.” A rádio soltou inclusive áudios de Nixon fazendo o anúncio. A audiência lotou as linhas telefônicas expressando ultraje. A voz de Nixon era de um imitador. Em tempo Richard Nixon renunciou à presidência em 1974, para fugir de um impeachment quase certo.

8. Em 1995, a revista Discover anunciou que o altamente respeitado biólogo italiano Aprile Pazzo (em inglês, o dia da mentira é chamado April’s Fool – tolo de abril – Aprile Pazzo, é a tradução do termo para italiano), havia descoberto na Antártica um animal chamado “hothead naked ice borer” (algo como inseto nu de cabeça quente), que placas de ossos na cabeça que se aqueciam, permitindo que ele perfurasse e se movimentasse dentro do gelo com grande velocidade.

9. Em 1998, uma newsletter chamada New Mexicans Pela Ciência e Razão publicou um artigo que dizia que o Estado do Alabama havia votado para arredondar o valor de “PI”, mudando de 3,141359… para o “valor bíblico de 3”.

10. Ainda em 1998, a rede americana de fast foods Burger King anunciou o lançamento do Whooper para canhotos, a fim de atender ao público de 32 milhões de canhotos existentes no país. De acordo com o anúncio, o sanduíche conteria os mesmos ingredientes do Whooper normal, mas estes sofreriam rotação de 180 graus na hora de serem colocados no pão. A cadeia recebeu milhares de solicitações pelo novo sanduíche, bem como para o Whooper regular, feito para destros.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Aniversário de Curitiba...

Ontem, 29 de março, Curitiba, capital do estado do Paraná, fez 318 anos.
Fundada em 29 de março de 1693, a cidade é modelo de planejamento urbano e qualidade de vida.



Marcada pela imigração, Curitiba abriga gente de vários países que lá escolheram para viver.
Até o século 18, eram os índios, mamelucos, portugueses e espanhóis que predominavam na cidade. Com a emancipação política do Paraná (1854) e o incentivo governamental à colonização na segunda metade do século 19, Curitiba recebeu uma grande leva de europeus.
Alemães, franceses, suíços, austríacos, sírios, libaneses, poloneses, italianos, ucranianos presentes nos centros urbanos ou nos núcleos coloniais, conferiram um novo ritmo de crescimento à cidade e influenciaram de forma marcante os hábitos e costumes locais.



Com o nome de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, Curitiba foi fundada pelo capitão Matheus Martins Leme em 1693.
Em 1721, a vila passa a se chamar Curitiba com a visita do ouvidor Raphael Pires Pardinho, a primeira autoridade a se preocupar com o meio ambiente colocando a cidade como uma das principais no mundo quando este é o assunto.
A cidade vivia em extrema pobreza até 1812 quando foi usada como rota dos tropeiros.
O comércio cresceu e prosperou com lojas, armazéns e negócios ligados a transporte de gado.
Quarenta e um anos mais tarde, Curitiba ganha status de capital do Paraná e dá início ao planejamento urbano com obras de infra-estrutura e reformulação no traçado urbano.

Fonte

terça-feira, 29 de março de 2011

29 de março - Aniversário de Salvador...



Hoje é o aniversário de Salvador, mesma data do aniversário de Curitiba.
O post de hoje é dedicado a Salvador e o de amanhã será dedicado a Curitiba.



Quando Salvador faz aniversário, não são só os baianos que podem comemorar, mas sim todos os brasileiros.
É uma das cidades top de turismo, com um clima fantástico e uma rica cultura acumulada ao longo de mais de 400 anos de história.
A prefeitura da capital da Bahia programou algumas comemorações especiais para celebrar seu dia como o show gratuito da Ivete Sangalo, ontem, na Praça Cayru.
Outro evento de destaque foi a 1ª Corrida Salvador Life, que aconteceu no último domingo.

Uma série de eventos vai comemorar hoje os 462 anos de Salvador.
A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult) e a Fundação Gregório de Matos (FGM) prepararam uma programação que inclui exposições, shows, apresentações de documentários, debates e outros eventos para lembrar a data que celebra a chegada de Tomé de Souza à Bahia como primeiro governador geral do Brasil - pessoa que, no começo da colonização, era responsável pela administração e controle do país.
O navegador português desembarcou no que hoje é o Porto da Barra, no dia 29 de março de 1549, e fundou, a pedido do rei de Portugal, D. João III, a cidade de Salvador, primeira capital do país.



Salvador (fundada como São Salvador da Bahia de Todos os Santos) é uma cidade brasileira, capital do estado da Bahia e primeira capital do Brasil.
Os habitantes são chamados de soteropolitanos.
Salvador é uma metrópole com mais de 2,6 milhões de habitantes, sendo a cidade mais populosa do Nordeste, a terceira mais populosa do Brasil e a oitava mais populosa da América Latina (superada por São Paulo, Cidade do México, Buenos Aires, Lima, Bogotá, Rio de Janeiro e Santiago).
Sua região metropolitana, conhecida como "Grande Salvador", possui 3.574.804 habitantes (IBGE/2010), o que a torna a terceira mais populosa do Nordeste, sétima do Brasil e uma das 120 maiores do mundo.
É classificada pelo IBGE em comparação com a rede urbana das outras cidades brasileiras como um centro metropolitano nacional.
Centro econômico do estado, é também porto exportador, centro industrial, administrativo e turístico.
A cidade de Salvador era antigamente chamada de Bahia, inclusive por moradores do próprio estado.
Também já recebeu alguns epítetos, como o de "Capital da Alegria", devido aos enormes festejos populares, como o seu carnaval, e "Roma Negra", por ser considerada a metrópole com maior percentual de negros localizada fora da África.
Salvador é também sede de importantes empresas regionais, nacionais e internacionais.
Foi em Salvador onde surgiu a Odebrecht, que, em 2008, tornou-se o maior conglomerado de empresas do ramo da construção civil e petroquímica da América Latina, com várias unidades de negócios em Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo e diversos países do mundo.
Além de empresas, a cidade sedia também muitos eventos, organizações e instituições, como a Universidade Federal da Bahia (melhor do Nordeste e a 16º da América Latina e a brasileira que mais melhorou nos últimos dois anos) e a Escola de Administração do Exército Brasileiro.

Fonte

segunda-feira, 28 de março de 2011

Receita Federal tem brecha legal que permite pagar menos IR...

Ao fazer a declaração, os contribuintes têm a possibilidade de reduzir a carga fiscal exigida pela Receita.
E isso pode ser feito de forma legal, sem risco de a declaração ser retida na malha fina.
Usando as brechas dadas pela Receita, os contribuintes terão restituição maior ou pagarão menos após a entrega da declaração.
Essas possibilidades são mais comuns no caso de contribuintes casados e nos casos em que os filhos também trabalham.
Eis algumas manobras que o leão permite.

SEPARADAS

Quando trabalham (ou têm renda), integrantes da mesma família (marido, mulher, filhos etc.) devem sempre fazer declarações separadas -cada um terá a isenção anual de R$ 17.989,80.
No caso de um casal, o que tiver a maior renda deve, de preferência, declarar usando todas as deduções permitidas (o modelo completo).
Se suas deduções forem superiores a R$ 13.317,09, sempre será vantagem optar pelo modelo completo.
O que tiver a menor renda deve, em geral, declarar no modelo simplificado, pois poderá abater, sem comprovação, 20% da renda tributável (limitado a R$ 13.317,09).

PENSÃO ALIMENTÍCIA

Quando um casal se separa, geralmente o marido deve definir, perante o juiz, como será o pagamento da pensão alimentícia judicial à ex-mulher e aos filhos (se houver).
Nos casos em que não há filhos (ou se eles forem maiores), o acordo pode ser feito por escritura pública.
Tomemos por exemplo um casal com dois filhos menores.
Se o marido pagar pensão alimentícia aos três, deve dizer ao juiz que deseja pagar valores individuais (em contas bancárias) em vez de fazer um só depósito.
Para tanto, todos terão de ter CPF.
Se pagar R$ 1.400 a cada um, a empresa em que trabalha (se for assalariado) descontará R$ 4.200 e depositará R$ 1.400 para cada um.
Os valores são isentos.
Se quem paga a pensão for autônomo, abaterá esse valor no cálculo do carnê-leão.
Ao declarar, o responsável pela guarda dos filhos deve fazer três declarações.
Como cada um terá recebido R$ 16,8 mil, todos estarão isentos.
No total, R$ 50,4 mil da família estarão isentos.
Se os R$ 50,4 mil fossem pagos apenas à ex-mulher, ela teria R$ 3.004,56 de imposto devido no ano (usando o modelo simplificado).

BENS COMUNS

Se um casal tem renda de bens comuns, pode dividi-la (metade para cada um).
Exemplo: marido e mulher trabalham e têm imóvel alugado por R$ 2.000 mensais.
Nesse caso, não precisarão pagar o carnê-leão porque cada um recebe R$ 1.000 (valor isento).
O ideal é declararem separadamente.
Assim, cada um inclui a própria renda e os R$ 12 mil do aluguel.
Se cada um tiver recebido R$ 40 mil no emprego (ou como autônomo), a renda anual individual será de R$ 52 mil.
Declarando no modelo simplificado, cada um poderá deduzir R$ 10,4 mil.
A renda tributável individual será de R$ 41,6 mil, o que dá R$ 3.292,56 de IR devido (juntos, pagarão R$ 6.585,12).
Se um deles tributasse os R$ 2.000 apenas na sua declaração, teria pago R$ 37,57 por mês pelo carnê-leão.
No ano, seriam pagos R$ 450,84.
Nesse caso, sua renda anual totalizaria R$ 64 mil (a do outro seria de R$ 40 mil).
No caso de R$ 64 mil, o IR devido seria de R$ 5.766,65; no de R$ 40 mil, seria de R$ 1.428,69 (ambos usando o modelo simplificado).
Lançando o aluguel em duas declarações, o imposto devido pelo casal seria de R$ 6.585,12; em apenas uma, seria de R$ 7.195,34.

Fonte

domingo, 27 de março de 2011

Faça o download dos programas da Receita para o IR 2011...

O prazo para entregar a declaração do Imposto de Renda 2011 (ano-base 2010) sem multa é até 29 de abril. Não haverá prorrogação.


Há diferentes versões dos programas conforme o sistema operacional de seu computador (Windows, Mac, Linux).


Para fazer a declaração pela internet, é preciso baixar dois programas: o que gera a declaração e permite preenchê-la (IRPF 2011) e o que faz a tranmissão (Receitanet)


Após baixar os dois arquivos, o contribuinte poderá enviar o documento preenchido para a Receita Federal.


O programa IRPF2011 pode ser utilizado em qualquer sistema operacional, desde que obedecidas as seguintes instruções:
  • A máquina virtual java (JVM), versão 1.6 ou superior, deve estar instalada, pois programa desenvolvido em Java não pode ser executado sem a JVM.

  • A Máquina Virtual Java poderá ser baixada acessando o site da empresa.


Selecione o programa de acordo com o sistema operacional. No caso do Linux, para instalar, é necessário adicionar permissão de execução, por meio do comando "chmod +x IRPF2011linuxv1.0" ou conforme o gerenciador de janelas utilizado.


No Macintosh, para instalar, é necessário abrir o arquivo compactado (tar.gz) e executar o IRPF2011macOS-Xv1.0.app.

Fonte

Windows

Declarar IR 2011

19.4MB - 01/03/2011
Download

Enviar IR 2011

3.6MB - 01/03/2011
Download

Mac

Declarar IR 2011

19.3MB - 01/03/2011
Download

Enviar IR 2011

6.4MB - 01/03/2011
Download

Linux

Declarar IR 2011

18.7MB - 01/03/2011
Download

Enviar IR 2011

6.7MB - 01/03/2011
Download

sábado, 26 de março de 2011

Hora do Planeta...


Foto de 2009 do Cristo Redentor, que teve luzes apagadas na Hora do Planeta (Foto: Reprodução/ TV Globo)

Mais de 130 países terão parte de suas luzes apagadas às 20h30 (horário local) deste sábado (26) para participar da Hora do Planeta, ação simbólica por meio da qual pessoas, empresas e governos expressam voluntariamente suas preocupações com o meio ambiente e o aquecimento global.
No Brasil, 17 capitais confirmaram participação no evento, criado pela organização não governamental (ONG) WWF em 2007.
A ideia é que luzes de residências e monumentos sejam apagadas por uma hora.
As prefeituras de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e Florianópolis (SC) confirmaram participação no evento, por exemplo.
Curitiba (PR), Fortaleza (CE) e João Pessoa (PB) também terão luzes de monumentos apagadas.
De acordo com a WWF, um total de 98 cidades no Brasil confirmaram formalmente participação na Hora do Planeta.
No Rio de Janeiro, serão apagadas luzes de monumentos como o Cristo Redentor e os Arcos da Lapa. Em São Paulo, as luzes do Estádio do Pacaembu, da Biblioteca Mário de Andrade e dos Arcos do Anhangabaú, da Ponte Estaiada e do Obelisco do Ibirapuera serão apagadas.
Outros pontos turísticos no mundo como a Torre Eiffel, em Paris, o relógio Big Ben, em Londres, e o prédio do Empire State, em Nova York, também terão luzes apagadas.
De acordo com a WWF, o evento ganhou novos participantes este ano sobretudo na África, Oriente Médio, Ásia e América.
Nações como a Jamaica, Uganda, Chade, Irá, Palestina, Suriname, Azerbaijão e Tadjiquistão aderiram pela primeira vez à Hora do Planeta.
A estimativa da ONG é de que mais de 1 bilhão de pessoas participem do evento em todo o mundo. No total, cerca de 3.800 cidades confirmaram participação.Neste ano, a ideia é que o primeiro minuto da Hora do Planeta seja reservado para homenagear vítimas do tsunami no Japão e das enchentes de janeiro no Brasil, além de mortos por outras tragédias naturais.

Fonte

sexta-feira, 25 de março de 2011

Virada Cultural em São Paulo...

A próxima edição da Virada Cultural, que ocorre nos próximos dias 16 e 17 de abril em São Paulo, terá entre suas principais novidades um palco dedicado a comédia stand-up, no Viaduto do Chá, e um ringue de luta livre, com lutadores mexicanos e brasileiros, no vale do Anhangabaú.

Atrações da 7ª edição da Virada Cultural: Da esq. para a dir., Danilo Gentili, Rita Lee, Misfits (no alto), RPM, Erasmo Carlos e Paulinho da Viola (embaixo)

VEJA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA VIRADA CULTURAL 

Entre as atrações internacionais da Virada, que este ano continua com os palcos concentrados na região central da cidade, estão Skatalites e U-Roy, da Jamaica, e a banda de horror punk Misfits, dos Estados Unidos.
A cantora Rita Lee abre o evento no dia 16, às 18h, na praça Júlio Prestes.
Neste mesmo dia, às 23h, a banda de trash metal Sepultura toca ao lado da Orquestra Experimental de Repertório na Estação da Luz.
Com sua formação original, o RPM encerra a Virada Cultural também no palco Júlio Prestes.
Em outro palco, na praça da República, Paulinho da Viola também fecha a programação do evento em apresentação ao lado da Orquestra de Cordas de Curitiba.
Entre os encontros inusitados da programação, o secretário de Cultura de São Paulo Carlos Augusto Calil destacou, em entrevista para e imprensa na manhã desta sexta-feira (25), Paulo Miklos cantando Noel Rosa junto ao Quinteto em Branco e Preto, na praça da República, domingo às 12h.
Na programação de cinema, o Cine Windsor exibe uma mostra de filmes de José Mojica Marins, o Zé do Caixão, que deve participar também como atração do evento, de acordo com José Mauro Gnaspini, coordenador da Virada, a ideia é que o personagem sobrevoe a região central da cidade em uma espécie de caixão voador.
Duas atrações que chamaram a atenção em 2010 estão de volta este ano.
O palco dedicados aos nerds será dessa vez no vale do Anhangabaú, enquanto sessões de suspensão corporal e atuagem ocuparão o largo do Paissandu.
Outra novidade do evento são as dançarinas de pole dance, que se apresentam por toda a região central.
A banda Beatles 4Ever irá apresentar, no Boulevard São João, todos os álbuns dos Beatles na sequencia.
Fazem shows também na Virada o jamaicano Mad Professor, os brasileiros Erasmo Carlos, Plebe Rude, Blitz, a cantora Cibelle, o sambista Monarco, as bandas Charlie Brown Jr. e Tihuana, Toni Tornado, Dom Salvador, Marina Lima, Jorge Mautner, Eumir Deodato, além dos DJs KL Jay, Patife e Renato Cohen.
O prefeito Gilberto Kassab frisou que o evento está mais organizado em relação a anos anteriores, dizendo que inclusive não participou de nenhuma reunião prévia para falar sobre a Virada.
De acordo com ele, algumas linhas do metrô devem funcionar na madrugada durante a Virada Cultural.
O orçamento da Virada este ano é o mesmo de 2010, R$ 8 milhões, o maior da história do evento, informa o presidente da SP Turis, Caio Luiz de Carvalho.

Veja aqui a programação da Virada.

Segundo a organização do evento, a esta programação ainda devem ser incluídas outras atrações.

Fonte

quinta-feira, 24 de março de 2011

Belo Horizonte começa a substituir sacolas de plástico por alternativas ecológicas...

Campanha organizada pelo poder público e sociedade civil colocará à venda embalagens retornáveis e biodegradáveis

Supermercados, padarias, lojas e demais estabelecimentos de varejo de Belo Horizonte não poderão mais fornecer sacolinhas plásticas para os consumidores transportarem suas compras.
No dia 1º de março, entrou em vigor na capital mineira a Lei Municipal 9.529/2008, que exige a substituição de sacolas plásticas por soluções ecológicas.
BH é a primeira capital a adotar a medida.
A fiscalização da nova regra deverá começar dentro de 45 dias.
Estão previstas multas de até R$ 1 mil ou interdição do negócio para as empresas que não se adequarem.
Antes das punições, será realizada a campanha educativa Sacola Plástica Nunca Mais, para orientar a população sobre as melhores alternativas para a substituição das tradicionais sacolinhas.
A ideia da campanha é incentivar o uso de alternativas sustentáveis, como carrinhos, caixas de papelão, sacolas recicladas, sacolas retornáveis (ecobags) de tecido, TNT, palha, ráfia e outros.
A campanha educativa foi lançada em conjunto pela Prefeitura de BH, Procon e associações do setor de supermercados, comércio, panificação e consumidores.
Para estimular a mudança de hábito, será produzido um modelo de sacola retornável que será vendida a R$ 1,98 (preço de custo) a unidade nos pontos comerciais participantes.
Os pequenos e médios empresários já começaram a se adaptar à novidade.
A rede de supermercados Guarin, por exemplo, fornecerá aos seus clientes sacolas descartáveis compostáveis, feitas com amido de milho, uma alternativa bem mais sustentável.
Segundo o gerente de compras da Guarin, Wenderson Borges, o supermercado já possui fornecedor para as novas sacolas e deverá vender a embalagem biodegradável por R$ 0,19.
“Antes, o custo da sacola de plástico era nosso.
Agora, vai passar para o consumidor”, afirma Borges.

Fonte

quarta-feira, 23 de março de 2011

Morre aos 79 anos a atriz Elizabeth Taylor...


Em sentido horário, Elizabeth Taylor em "Quem Tem Medo de Virginia Woolf?" (1966), no seu 1º filme "There's One Born Every Minute" (1942), em uma foto de 1946, e com um colar em "Meu corpo em tuas mãos" (1973)

Morreu nesta quarta-feira (23), em Los Angeles, aos 79 anos, a atriz Elizabeth Taylor.
Ela estava internada havia seis semanas no hospital Cedars-Sinai, e enfrentava desde 2004 um quadro de insuficiência cardíaca congestiva.
Ela usava cadeira de rodas havia mais de cinco anos para lidar com uma dor crônica.

"Minha mãe era uma mulher extraordinária que viveu a vida ao máximo, com muita paixão, humor, e amor.
Apesar de sua morte ser devastadora para aqueles que a mantiveram tão próxima e de forma tão querida, sempre seremos inspirados por sua contribuição duradoura ao nosso mundo", disse o filho da atriz, Michael Wilding, em comunicado.

Nascida em 27 de fevereiro de 1932 em Londres, Elizabeth Taylor começou a atuar aos dez anos, quando participou do longa "There's one born every minute" (1942).
Tornou-se uma estrela de Hollywood depois de aparecer no filme "A mocidade é assim mesmo" (1944), aos 12 anos.
Também atuou em "Gata em teto de zinco" (1958), ao lado de Paul Newman, e em "Assim caminha a humanidade" (1956), último trabalho de James Dean.
Ao protagonizar "Cleópatra", de 1963, tornou-se a primeira atriz a receber um cachê de US$ 1 milhão.
Foi durante as gravações do longa, considerado um dos mais caros de todos os tempos, que ela se envolveu com o ator Richard Burton, um dos seus oitos casamentos (com Burton foram dois).
Ela também venceu dois Oscars por seu trabalho em "Quem tem medo de Virgina Woolf" (1966) e "Disque butterfield 8" (1960).


FILMOGRAFIA COMPLETA

"These Old Broads" (2001)
"Os Flintstones - O Filme" (1994).... Pearl Slaghoople
"Il Giovane Toscanini" (1988)
"Winter Kills" (1979)
"Return Engagement" (1978)
"A Little Night Music" (1978)
"The Blue Bird" (1976)
"Identikit" (1974)
"Meu Corpo em Tuas Mãos" (1973)
"Vigília nas Sombras" (1973)
"Divorce His - Divorce Hers" (1973)
"Hammersmith Is Out" (1972)
"Under Milk Wood" (1972)
"X, Y e Z" (1972)
"The Only Game in Town" (1970)
"Anne of the Thousand Days" (1969)
"Secret Ceremony" (1968)
"Boom" (1968)
"The Comedians" (1967)
"O Pecado de Todos Nós" (1967)
"Doctor Faustus" (1967)
"The Taming of the Shrew" (1967)
"Quem Tem Medo de Virgínia Wolf?" (1966)
"The Sandpiper" (1965)
"The V.I.P.s" (1963)
"Cleópatra" (1963)
"Disque Butterfield 8" (1960)
"Scent of Mystery" (1960)
"De Repente, no Último Verão" (1959)
"Cat on a Hot Tin Roof" (1958)
"A Árvore da Vida" (1957)
"Assim Caminha a Humanidade" (1956)
"A Última Vez que Vi Paris" (1954)
"Beau Brummell" (1954)
"Elephant Walk" (1954
"Rhapsody" (1954)
"The Girl Who Had Everything" (1953)
Ivanhoe (1952)
Love Is Better Than Ever (1952)
Quo Vadis (1951)
"Um Lugar ao Sol" (1951)
"Father's Little Dividend" (1951)
"O Pai da Noiva" (1950)
"The Big Hangover" (1950)
"Conspirator" (1949)
"Little Women" (1949)
"Julia Misbehaves" (1948)
"A Date with Judy" (1948)
"Cynthia" (1947)
"Life with Father" (1947)
"Courage of Lassie" (1946)
"A Mocidade é Assim Mesmo" (1944)
"The White Cliffs of Dover" (1944)
"Jane Eyre" (1944)
"Lassie Come Home" (1943)
"There's One Born Every Minute" (1942)

terça-feira, 22 de março de 2011

Filme "As Mães de Chico Xavier"...

Estreia no próximo dia 1º de abril, em cinemas de todo o Brasil, o filme "As Mães de Chico Xavier", dos diretores Glauber Filho e Halder Gomes, uma produção da Estação Luz Filmes, com distribuição da Paris Filmes e apoio promocional da Globo Filmes e Telecine.
O Filme traz em seu elenco nomes como Nelson Xavier, Caio Blat, Vanessa Gerbelli, Herson Capri, Via Negromonte e Tainá Muller.
Visite o Blog Oficial do Filme.




"As Mães de Chico Xavier" é baseado em fatos reais e conta a história de três mães, vivendo momentos distintos de suas vidas e que vêem sua realidade se transformar repentinamente: Ruth (Via Negromonte), cujo filho jovem enfrenta problemas com drogas; Elisa (Vanessa Gerbelli), que tenta superar a ausência do marido em casa dedicando-se integralmente ao filho, o pequeno Theo (Gabriel Pontes); e Lara (Tainá Muller), uma professora que enfrenta o dilema de uma gravidez não planejada.
Suas histórias se cruzam quando elas recebem conforto e reencontram a esperança de vida através
do contato mantido com Chico Xavier.

Roteiro assinado por Glauber Filho e Emmanuel Nogueira, inspirado no livro "Por Trás do Véu de Isis", do jornalista e escritor Marcel Souto Maior (também autor de "As Vidas de Chico Xavier").
Produção: Estação Luz Filmes

segunda-feira, 21 de março de 2011

A íntegra do discurso de Obama no Theatro Municipal - Tradução por Luiz Marcondes...


Alô, Rio de Janeiro.
Alô, Cidade Maravilhosa.
Boa tarde, todo o povo brasileiro.
Desde o momento em que chegamos o povo desta nação tem gentilmente mostrado à minha família o calor e a generosidade do espírito brasileiro, obrigado. Quero agradecer a todos por estarem aqui, pois me disseram que há um jogo do Vasco ou do Botafogo... Eu sei que os brasileiros não abrem mão de seu futebol tão facilmente.
Uma das primeiras impressões que tive do Brasil veio de um filme que vi com minha mãe quando eu era muito pequeno. Um filme chamado "Orfeu negro", que se passava nas favelas durante o carnaval. E minha mãe adorava aquele filme, tinha música e dança e como pano de fundo, os lindos morros verdes. Esse filme estreou primeiramente como uma peça bem aqui, no Theatro Municipal.
Minha mãe já faleceu, mas ela jamais imaginaria que a primeira viagem de seu filho ao Brasil seria como presidente dos EUA. Ela jamais imaginaria isso. E eu jamais imaginaria que este país seria ainda mais bonito do que no filme. Vocês são, como cantor Jorge Benjor diz, “um país tropical abençoado por Deus e bonito por natureza”.
Vi essa beleza nas encostas dos morros, nas infindáveis milhas de areia e oceano e nas vibrantes e diversificadas multidões de brasileiros que vieram aqui hoje. E nós temos um grupo maravilhosamente misturado: cariocas, paulistas, baianos, mineiros. Temos homens e mulheres das cidades até o interior e tanta gente jovem aqui, que são o grande futuro desta grande nação.
Ontem tive um encontro com sua maravilhosa nova presidente, Dilma Rousseff, e conversamos sobre como fortalecer a parceria entre nossos governos. Mas hoje quero falar diretamente com o povo brasileiro sobre como podemos fortalecer a amizade entre nossos países. Vim aqui para compartilhar algumas ideias, pois quero falar sobre os valores que compartilhamos, as esperanças que temos em comum e a diferença que podemos fazer juntos.
Se você parar para pensar, as jornadas dos EUA e do Brasil começaram de formas parecidas. São duas terras com abundantes recursos naturais, terras natais de povos indígenas antiquíssimos. As Américas foram descobertas por homens que vieram do outro lado do oceano como um “novo mundo” e colonizadas pelos pioneiros que ampliaram os territórios rumo ao Oeste atravessando imensas fronteiras. Nos tornamos colônias dominadas por coroas distantes, mas logo declaramos nossa independência e em seguida recebemos grandes quantidades de imigrantes em nossas costas e mais tarde, depois de muita luta, limpamos a mancha da escravidão de nossas terras.
Os EUA foram a 1ª nação a reconhecer a independência do Brasil e a 1ª a estabelecer um posto diplomático neste país. O primeiro líder de um país a visitar os EUA foi Dom Pedro II. Na Segunda Guerra Mundial nossos corajosos homens e mulheres lutaram lado a lado pela liberdade. E depois da guerra, nossas duas nações lutaram para conseguir as bênçãos plenas da liberdade.
Nas ruas dos EUA, homens e mulheres marcharam e sangraram e alguns até morreram para que todos os cidadãos pudessem usufruir das mesmas liberdades e oportunidades, não importa como fosse sua aparência, não importa de onde você viesse. No Brasil vocês lutaram contra duas décadas de ditadura , lutando pelo mesmo direito de ser ouvidos, o direito de ser livres, livres do medo, livres da necessidade. E mesmo assim, durante anos, a democracia e o desenvolvimento demoraram a se estabelecer e milhões sofreram por causa disso.

Mas venho aqui hoje porque esses dias passaram. Hoje o Brasil é uma democracia desabrochando, um lugar onde as pessoas são livres para falar o que pensam e escolher seus líderes e onde um garoto pobre de Pernambuco pode sair de uma fábrica de cobre e chegar ao gabinete mais elevado no país. Na última década, o progresso feito pelo povo brasileiro inspirou o mundo.
Pois hoje metade deste país é considerado classe média. Milhões foram retirados da pobreza. Pela primeira vez a esperança está voltando a lugares onde antes prevalecia o medo. Eu vi isso hoje, quando visitei a Cidade de Deus. Não se trata apenas dos novos esforços com segurança e programas sociais. E quero dar os parabéns ao prefeito e ao governador pelo excelente trabalho que estão fazendo. Mas também é uma mudança de atitude.
Como um jovem morador disse, as pessoas não devem olhar a favela com pena, mas como uma fonte de presidentes, advogados, médicos, artistas e pessoas com soluções. A cada dia que passa, o Brasil é um país com mais soluções. Na comunidade global vocês passaram de contar com o ajuda de outros países a agora ajudar a lutar contra a pobreza e a doença onde quer que elas existam.
Vocês desempenham um papel importante nas instituições globais ao promover nossa segurança como um todo e nossa prosperidade como um todo. E vocês receberão o mundo em seu país quando a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos vierem ao Rio de Janeiro. Vocês sabem que esta cidade não foi minha primeira escolha para os jogos olímpicos, mas, se os jogos não pudessem ser realizados em Chicago, não tem lugar em que eu gostaria mais de vê-los do que aqui no Rio.
Por isso pretendo voltar em 2016 para ver o que acontece. O Brasil foi durante muito tempo um país cheio de potencial, mas atrasado pela política, tanto aqui quanto no exterior. Durante muito tempo o Brasil foi o “país do futuro” e disseram para que ele esperasse pelos dias melhores que viriam em breve. Meus amigos, este dia finalmente chegou. Este não é mais o “país do futuro”, as pessoas do Brasil devem saber que o futuro já chegou e está aqui agora. É hora de tomar posse dele.
Nossos países nem sempre concordaram em tudo. E assim como ocorre com muitas nações, teremos nossas diferenças de opinião ao avançar. Mas estou aqui para lhes dizer que o povo americano não apenas reconhece o sucesso do Brasil, nós torcemos pelo sucesso do Brasil enquanto vocês confrontam os muitos desafios que ainda enfrentam em casa e no exterior, vamos ficar juntos, não são como parceiros sênior e júnior, mas como parceiros iguais, unidos pelo espírito do interesse comum e do respeito mútuo, comprometidos para com o progresso que sei que podermos fazer juntos.
Tenho certeza de que podemos fazer isso. Juntos, podemos aumentar nossa prosperidade em comum. Sendo duas das maiores economias do mundo, trabalhamos lado a lado durante a crise financeira para restaurar o crescimento e confiança. E para manter nossas economias crescendo, sabemos do que é necessário em ambas as nações. Precisamos de uma força de trabalho capacitada e é por isso que empresas brasileiras e americanas assumiram um compromisso de aumentar o intercâmbio de estudantes entre nossas nações.
Precisamos de um compromisso com a inovação e a tecnologia, por isso concordamos em aumentar a cooperação entre nossos cientistas, pesquisadores e engenheiros. Precisamos de infra estrutura da mais alta qualidade e por isso as empresas americanas também querem ajudá-los a construir e preparar a cidade para o sucesso olímpico. Numa economia globalizada, os EUA e o Brasil deveriam expandir o comércio, expandir investimentos, de modo a criar novos empregos e novas oportunidades em ambas nossas nações por isso estamos trabalhando para derrubar barreiras para fazer negócios.
Por isso estamos criando relacionamentos mais próximos entre nossos trabalhadores e nossos empreendedores. Juntos também podemos trabalhar pela segurança da energia e proteger nosso lindo planeta.
Sendo dois países comprometidos com economias mais verdes, sabemos que a solução definitiva ao desafio da energia virá da criação de fontes de energias limpas e renováveis. Por isso a metade dos carros daqui podem circular com biocombustível e a maior parte de sua eletricidade vem de hidroelétricas. E por isso também demos início a uma nova indústria limpa de energia nos EUA. Por isso os EUA e o Brasil estão criando novas parcerias na área de energia, para compartilhar, criar novos empregos e deixar para nossos filhos um mundo mais limpo e mais seguro do que encontramos.
Juntas, nossas duas nações também podem ajudar a defender a segurança de nosso cidadãos. Estamos trabalhando juntos para deter o narcotráfico que destruiu vidas demais neste hemisfério. Buscamos o objetivo de um mundo sem armas nucleares. Estamos trabalhando juntos para aumentar nossa segurança ente hemisférios. Da África ao Haiti, estamos trabalhando lado a lado para combater a fome, doença e corrupção que podem apodrecer uma sociedade e roubar seres humanos de sua dignidade e oportunidades.
Sendo dois países que foram tão enriquecidos pela herança africana, é vital que trabalhemos juntos com o continente africano para ajudá-lo a se erguer. É algo que devemos nos comprometer a fazer, juntos. Hoje também estamos dando apoio e ajuda ao povo japonês em sua maior hora de necessidade. Os laços que unem nossa nação ao Japão são fortes. O Brasil é o lar da maior população japonesa fora do Japão. Nos EUA, solidificamos uma aliança com eles que já tem mais de 60 anos.
Os japoneses são alguns de nossos amigos mais próximos e ficaremos ao lado deles, rezaremos com eles e reconstruiremos com eles até que essa crise esteja terminada. Nestes e em outros esforços para promover paz e prosperidade no mundo todo, os EUA e o Brasil são parceiros não apenas porque compartilhamos história ou por estarmos no mesmo hemisfério, não apenas por compartilharmos laços de comércio e cultura, mas também porque compartilhamos de valores e ideais duradouros.
Ambos acreditamos no poder e na promessa da democracia, acreditamos que nenhuma forma de governo é mais eficaz na promoção de crescimento e prosperidade que alcança todo ser humano, não apenas alguns, mas todos. E aqueles que discordam dizendo que a democracia atrapalha o crescimento econômico devem argumentar com o exemplo do Brasil. Com os milhões que subiram da pobreza para a classe média não o fizeram numa economia fechada controlada pelo estado, mas o fizeram como um povo livre, com mercados livres e um governo que responde a seus cidadãos.
Vocês são a prova de que justiça social e inclusão social podem ser melhor conquistadas por meio da liberdade e que a democracia é a maior parceira do progresso humano. Também acreditamos que em países tão grandes e diversos quanto os nossos, moldados por gerações de imigrantes de todas as raças, fés e culturas, a democracia dá a maior esperança de que todos os cidadãos sejam tratados com dignidade e respeito. E que podemos resolver nossas diferenças pacificamente e encontrar força em nossa diversidade.
Nós sabemos nos EUA como é importante poder trabalhar juntos, mesmo quando  discordamos. Entendo que a forma de governo que escolhemos pode ser lenta e confusa. Entendemos que a democracia precisa ser fortalecida e aperfeiçoada com o tempo. Sabemos que diferentes países escolhem caminhos diferentes para atingir a promessa da democracia. E entendemos que nenhum país deve impor sua vontade sobre outro.
Mas também sabemos que existem certas aspirações compartilhadas por todo ser humano. Todos queremos ser livres, queremos ser ouvidos, todos ansiamos por viver sem medo ou discriminação. Todos queremos escolher como seremos governados. Todos querem moldar seu próprio destino. Esses não são ideais americanos ou ideais brasileiros, não são ideais ocidentais, são direitos universais. E devemos apoiá-los em toda parte. Hoje estamos vendo a luta por esses direitos acontecendo no Oriente Médio e no Norte da África.
Vimos uma revolução nascer de um anseio por dignidade humana básica na Tunísia e vimos manifestantes pacíficos, homens e mulheres, jovens e velhos, cristão e muçulmanos, ocupando  praça Tahir e vimos o povo da Líbia se defendendo corajosamente contra um regime determinado a tratar com brutalidade seus próprios cidadãos. Em toda parte vimos jovens se erguendo. Uma nova geração exigindo o direito de determinar seu próprio futuro.
Desde o início deixamos claro que a mudança que buscam devem ser impulsionadas pelo seu próprio povo. Mas para nossos dois países, para os EUA e para o Brasil – duas nações que passaram muitas gerações lutando para aperfeiçoar suas próprias democracias – os EUA e o Brasil sabem que o futuro de nosso mundo era determinado pelo seu povo. Ninguém pode dizer ao certo como essa mudança terminará. Mas eu sei que mudança não é algo que devemos temer.
Quando os jovens insistem que as correntes da História estão se movendo, a carga do passado pode ser apagada. Quando homens e mulheres exigem pacificamente seus direitos humanos  nossa humanidade em comum é acentuada. Onde quer que a luz da liberdade seja acesa, o mundo se torna um mais luminoso.
Esse é o exemplo do Brasil. Esse é o exemplo do Brasil. Brasil, um país que prova que uma ditadura pode se tornar uma próspera democracia. Brasil, um país que mostra que a democracia entrega liberdade e oportunidade a seu povo. Brasil, um país que mostra que um grito por mudanças vindo das ruas pode mudar uma cidade, mudar um país, mudar o mundo. Há décadas, foi aqui fora, na praça da Cinelândia, o grito por mudança foi ouvido aqui, estudantes e artistas e políticos de todas as correntes ergueram faixas que diziam “abaixo a ditadura”, as pessoas no poder.
Suas aspirações democráticas não seriam realizadas ainda por muito tempo. Mas um dos jovens brasileiros envolvidos naquele movimento iria mudar para sempre a história deste país. A filha de um imigrante. Sua participação no movimento fez com que fosse presa e torturada por seu próprio governo. Ela sabe o que é viver sem seus direitos mais básicos pelos quais tantos lutam hoje. Mas ela também sabe o que é perseverar. Ela sabe o que é triunfar. Porque hoje é ela é a presidente de seu país, Dilma Rousseff.
Nossos dois países enfrentam muitos desafios. Na estrada à nossa frente, com certeza encontraremos muitos obstáculos. Mas no fim, é nossa história que nos dá esperança para um amanhã melhor. É o conhecimento de que os homens e mulheres que vieram antes de nós superaram desafios maiores que estes e que vivemos em lugares em que pessoas comuns fizeram coisas extraordinárias.
Esse senso de possibilidade e de otimismo que primeiro atraiu pioneiros a este mundo. E isso une nossas nações como parceiros nesse novo século. por isso acreditamos nas palavras de Paulo Coelho, um de seus mais famosos escritores, que "com a força de nosso amor e nossa vontade podemos mudar nosso destino. E também o destino de muitos outros”.
Muito obrigado. E que Deus abençoe nossas duas nações.

domingo, 20 de março de 2011

Discurso de Obama no no Theatro Municipal, no Rio...

EUA e Brasil não dever ser parceiros "sênior" e "júnior", mas parceiros iguais.


Em um português com sotaque, Obama começou o discurso no Theatro Municipal, no Rio, informalmente, dizendo:'oi, Rio de Janeiro!', 'Alô, cidade maravilhosa!' e 'Boa tarde a todo o povo brasileiro!'
O primeiro presidente negro dos EUA agradeceu ao "calor e à generosidade" com que o povo brasileiro recebeu-o e à sua família nestes dois dias de sua primeira visita oficial ao país.
Ele brincou dizendo que "soube que tem um jogo importante de futebol" entre Vasco x Botafogo neste domingo no Rio e que "o povo brasileiro leva o futebol a sério", então agradeceu aos presentes que preferiram prestigiá-lo.
O democrata lembrou que sua primeira lembrança do Brasil foi ter visto o filme "Orfeu Negro", de Marcel Camus, baseado na peça "Orfeu da Conceição", de Vinicius de Moraes, quando era criança, com sua mãe.
Ele afirmou que sua mãe, já falecida, jamais poderia imaginar que sua primeira viagem ao Brasil seria como presidente dos EUA.
Obama também disse que nunca imaginou que este país era tão bonito, e citou versos da canção "País Tropical", de Jorge Ben Jor, que diz que o Brasil é "abençoado por Deus, e bonito por natureza".
O americano afirmou que viu beleza tanto na natureza como nos grupos humanos brasileiros, referindo-se aos naturais de vários estados, como Rio, São Paulo e Minas.
Ele lembrou que as origens históricas dos dois países são semelhantes, desde a colonização até a luta contra a escravidão.
O americano lembrou que os EUA foram o primeiro país a reconhecer a independência do Brasil e citou também a atuação conjunta dos dois países na Segunda Guerra Mundial.
"No Brasil, vocês lutaram por duas décadas durante a ditadura, pelo direito de serem ouvidos", lembrou.
Mas, segundo ele, estes dias acabaram, e hoje o Brasil é uma democracia, onde "uma criança pobre de Pernambuco" pode chegar à Presidência, em uma alusão ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Como havia feito na véspera em Brasília, Obama voltou a celebrar sobre o fato de o país ter conseguido tirar "milhões" da pobreza e alçá-los à classe média.
Ele também falou sobre sua visita à Cidade de Deus, mais cedo neste domingo, que, segundo ele, prova que é possível "resgatar do medo" regiões marginalizadas.
Obama disse que, no âmbito internacional, o Brasil saiu da posição de precisar de ajuda de outros países, e hoje ajuda outros países.
Obama reiterou que o Brasil não é mais "o país do futuro", mas já colhe os frutos do desenvolvimento.
Voltando a falar sobre a passagem do Brasil da ditadura à democracia, Obama referiu-se à presidente Dilma e ao seu passado de militância durante o regime ditatorial.
"Essa mulher sabe o que é vencer, e ela é a presidente Dilma Rousseff", disse Obama, também sob aplausos dos convidados.
Obama celebrou o fato de Brasil e EUA serem lugares onde "pessoas comuns" fizeram "coisas extraordinárias", com seu passado de países feitos por imigrantes.

Fonte

sábado, 19 de março de 2011

Comida di Buteco - 15 de abril...



Entre os dias 15 de abril e 15 de maio, a 11ª edição do Comida di Buteco está de volta com novidades.
O Comida di Buteco começa, simultaneamente, em 15 cidades: as mineiras Belo Horizonte, Ipatinga, Juiz de Fora, Montes Claros, Poços de Caldas e Uberlândia, além de Belém, Campinas, Fortaleza, Goiânia, Manaus, Rio de Janeiro, Ribeirão Preto, Salvador e São José do Rio Preto e terá ingredientes do Norte de Minas presentes em todos os pratos da disputa.
Ao todo serão 11 opções (uma homenagem à 11ª edição do evento) para os bares escolherem: Carne de sol, peixes do São Francisco, pequi (fresco, congelado, em conserva, licor, farinha ou castanha), feijão andu, requeijão escuro, buriti, cagaita, seriguela, rapadura, sementes de coentro fresca e manteiga de garrafa.
Em BH, 41 botecos entrarão na disputa mais uma vez.
Vale lembrar, que por ser uma competição de voto popular, os donos dos bares terão que continuar atentos ao bom atendimento, higiene e temperatura da bebida, porque esses itens continuam contando pontos.

A Saideira

A tradicional festa de encerramento e premiação do Comida di Buteco está agendada para os dias 21 e 22 de maio.
No cardápio musical nomes como Luis Melodia, Fino Coletivo e muitas outras surpresas irão temperar a festa que reunirá num só local os 41 botecos participantes e seus saborosos tira-gostos.

Acompanhe as novidades pelo site www.comidadibuteco.com.br

Fonte

sexta-feira, 18 de março de 2011

PAULINHO PEDRA AZUL – 30 ANOS - SOM LIVRE...

Conheci a música do Paulinho na época da faculdade.
Desde então me tornei sua fã.
Anos depois, meu irmão Cláudio trabalhou com ele por alguns anos e toda vez que eu encontrava o Paulinho, era a mesma coisa: eu lá, muda, só vendo, ouvindo e admirando sua poesia e sua música.
Conheci sua irmã, que já foi na minha casa em Ouro Preto e a admiração continuava lá, firme e forte.
O Paulinho é desses artístas que não se rende a modismos e não se furta ao trabalho.
Fato é que em 30 anos de carreira, lançou 22 discos, sendo que 20 deles são independentes.
Fiquei muito feliz com a notícia do lançamento desse CD pela Som Livre.
Parabéns Paulinho, você merece e a gente agradece!

O cantor e compositor mineiro comemora o sucesso de 30 anos de carreira fonográfica independente
e lança disco pela SOM LIVRE (Globo Comunicações), celebrando contrato com a Gravadora.
O CD conta com a participação especial do Padre Fábio de Melo.


Paulinho Pedra Azul comemora os seus bem vividos 30 anos de carreira fonográfica independente, celebrando a assinatura do contrato com a Gravadora SOM LIVRE (Globo Comunicações), pela qual lança em todo o Brasil, o CD “Paulinho Pedra Azul – 30 anos”. Este disco conta com a participação especial do Padre Fábio de Melo, na música "Ave Cantadeira".
Natural de Pedra Azul (Vale do Jequitinhonha/MG), Paulinho faz cerca 70 shows anuais, em todo Brasil e já se apresentou nos Estados Unidos, Europa e Cuba. Com o novo disco, o artista soma 22 discos gravados (20 são independentes), 15 livros de poesias publicados (10 são independentes) e um diário escrito em Havana (Cuba), publicado em (2002). Já contabilizou em venda: mais de 100 mil exemplares de livros e, mais de 500 mil cópias de discos. Pintou e desenhou mais de 800 trabalhos, teve textos adaptados e criou trilhas para teatro e, também, atuou em curta-metragens.
Constantemente condecorado e homenageado, em Minas e outros estados, com títulos de cidadão honorário em várias cidades (entre elas o Rio de Janeiro), Paulinho já foi agraciado com a Medalha da Inconfidência - maior honraria concedida pelo Governo de Minas. Agora, Paulinho Pedra Azul vai receber a “Medalha da Paz CHICO XAVIER”. A solenidade de entrega será, em Uberaba, dentro das comemorações do Centenário de Chico Xavier.

O disco “Paulinho Pedra Azul – 30 anos” (SOM LIVRE - Globo Comunicações) já está sendo distribuído para as melhores lojas do país.

quinta-feira, 17 de março de 2011

A Personal Finance e Coach Lucia Faria...


A Personal Finance Lucia Faria teve uma efetiva participação no curso de Formação em Coaching, Mentoring e Holomentoring do Sistema ISOR® , realizado de 24 a 26 de Fevereiro de 2011 em Belo Horizonte, MG, pelo Instituto Holos.
Agora, além do certificado de formação em Coaching, ela mantém um intercambio de estudos e apoio com o Instituto Holos.




Rio 3D Filme - Trailer legendado...

Dos Criadores de A ERA DO GELO e direção de Carlos Saldanha, "Rio" conta a história de uma arara que troca sua gaiola pela aventura de voar até o Rio de Janeiro.
A produção tem vozes de Anne Hathaway e Rodrigo Santoro.
A estreia nos cinemas está prevista para Abril de 2011.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Visita de Obama reacende discussão sobre visto entre EUA e Brasil...

Entidade dos EUA pede que fim do visto seja tratado entre Dilma e Obama.
Embratur avalia que flexibilização ajudaria indústria do turismo no Brasil.


Com a proximidade da visita do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ao Brasil volta à tona a discussão sobre o fim da exigência do visto de entrada entre os dois países.
Embora o Ministério das Relações Exteriores não confirme que o tema será tratado no encontro entre Obama e Dilma no próximo fim de semana, uma organização que representa a indústria do turismo nos Estados Unidos, a U.S. Travel Association, afirma que atuará até a próxima sexta (18), véspera da visita, para tentar incluir o tema na pauta do encontro entre os presidentes.
O vice-presidente internacional de Marketing da U.S. Travel Association, Luiz Moura, afirma que a entidade tem tratado do tema com o governo norte-americano desde que Obama assumiu.
No começo deste mês, uma carta foi encaminhada a Obama pela entidade pedindo a inclusão do Brasil no programa Visa Waiver, que permite a isenção de visto a negócios ou turismo para estadias inferiores a 90 dias nos Estados Unidos.
Atualmente, de acordo com a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, trinta e seis países já têm esse benefício, entre eles integrantes da União Europeia e países asiáticos, como Japão e Coreia do Sul.
Luiz Moura, da U.S. Travel, diz que os principais argumentos da associação são o incremento do turismo brasileiro nos Estados Unidos e a redução do risco de que os turistas se transformem em imigrantes ilegais.
"Existem alguns critérios técnicos para que países possam chegar ao Visa Waiver, um deles é o índice de rejeição de vistos, que é baixo no Brasil, de 5%.
Outra questão é a imigração ilegal.
A gente não vê mais brasileiros querendo fazer a vida na América.
Além disso, a estabilidade política e econômica do Brasil também é levada em consideração."
Moura diz que, para o Brasil entrar no Visa Waiver, o governo brasileiro também precisa flexibilizar suas regras.
Isso porque há um acordo de reciprocidade entre os dois países.
A U.S. Travel diz que, em 2010, 1,1 milhão de brasileiros foram para os Estados Unidos e que o número poderia dobrar em dois anos com o fim do visto.

Leia mais...